Publicidade
Manaus Hoje
ZONA CENTRO-SUL

Homem armado rouba R$2,5 mil de terminal do Bradesco Expresso no São Geraldo

O terminal fica nas dependências de uma loja de variedades na rua Pico das Águas. Proprietário do estabelecimento informou que assaltante estava muito nervoso 04/05/2018 às 20:04
Show homem
Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Um homem armado com uma pistola roubou, na manhã desta sexta-feira (04), R$ 2,5 mil em espécie de um terminal do Bradesco Expresso, situado nas dependências de uma loja de variedades, na rua Pico das Águas, no bairro São Geraldo, Zona Centro-Sul. O proprietário Jorge Maia, 34, denunciou o caso na Polícia Civil. Segundo ele, foi a primeira vez que seu estabelecimento foi roubado e, por isso, já pretende fechá-lo.

“O cara disse que se eu não desse o dinheiro iria atirar na minha cara, então dei tudo o que tinha e já penso em fechar a loja”, disse ele, por telefone. Segundo o proprietário, dois homens chegaram ao estabelecimento por volta das 10h. Um deles ficou do lado de fora dando apoio e o criminoso armado entrou e anunciou o assalto. Antes, ele ainda se passou por cliente e ainda disfarçou olhando produtos da loja.

“Quando ele entrou, uma estudante também entrou, ela comprou algo e depois foi embora. E ele ainda chegou a olhar, mas depois chegou comigo e me ameaçou, foi muito violento, dizendo que queria a grana, que ia me matar se não desse a grana”, contou. O bandido em seguida pegou o dinheiro e fugiu com um comparsa usando um veículo ainda não identificado.

Segundo Jorge Maia, a ação dos criminosos foi registrada pelo circuito interno da loja e as imagens já foram repassadas para a Polícia Civil. Um Boletim de Ocorrência foi registrado no 22º Distrito Integrado de Polícia e caso será investigado. “Ali na rua está muito perigoso, vários estabelecimentos já foram assaltados e dessa vez foi eu. Nunca havia sido e já pretendo fechar. Estou pensando seriamente nisso”, lamentou.

Ele contou ainda que teve de dizer que tinha filho, família para não ser morto. “Ele pensava que eu estava armado, toda hora falando que estava armado e eu dizia que não estava, que tinha família e que não era para ele atirar. Ele estava muito nervoso, muito violento”, contou o proprietário. Quem tiver informações do criminoso deve entrar em contato pelo número 190 da SSP-AM.

Publicidade
Publicidade