Publicidade
Manaus Hoje
Confessou o crime

Homem confessa homicídio e diz que matou porque havia sido assaltado pela vítima

A vítima foi morta a golpes de ferro na cabeça, ontem, na av. Grande Circular. O suspeito alegou defesa já que, segundo ele, a vítima zombou dele e foi para cima com uma faca 22/07/2016 às 11:26
Show 90304903 0f17 4aa5 a57a 5dfa211f7e43
Diogo disse que cruzou com a vítima na rua e depois ocorreu o crime (Erlon Rodrigues/Divulgação)
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Preso por matar um homem com golpes de barra de ferro na cabeça, ontem, na av. Grande Circular, Diogo Santos da Silva, 28, confessou o crime hoje quando foi apresentado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), em Manaus.

À imprensa, Diogo confessou o crime e alegou legítima defesa já que, segundo ele, havia sido assaltado pela vítima um dia antes. A vítima, Sirley Ramos Alecrim, 30, foi assassinada a golpes de barra de ferro na cabeça, na avenida Grande Circular, Zona Leste da cidade.

O suspeito disse que encontrou com Sirley na av. Grande Circular e que, ao cruzar com ele, o mesmo ficou zombando. Diogo relatou que Sirley partiu em sua direção com uma faca e que por isso pegou a barra de ferro e o golpeu várias vezes na cabeça.

Diogo foi preso pela Polícia Militar já na avenida Grande Circular e foi encaminhado à sede da DEHS, onde foi autuado por homicídio. Ele deve ser encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

Publicidade
Publicidade