Publicidade
Manaus Hoje
TORTURA

Homem é encontrado morto ‘em chamas’ e com marcas de tortura em ramal de Manaus

A vítima estava sem identificação e foi encontrada carbonizando e com as mãos amarradas para trás 06/02/2018 às 11:20 - Atualizado em 06/02/2018 às 11:35
Show 16
Foto: Divulgação
Conceição Melquiades Manaus (AM)

Um homem sem identificação foi encontrado morto e “em chamas”, com marcas de tortura, em um terreno de mata no ramal do Puraquequara, bairro de mesmo nome, na Zona Leste de Manaus, na madrugada desta segunda-feira (5). A vítima vestia apenas uma cueca verde, estava carbonizando e com as mãos amarradas para trás.

De acordo com a polícia, o homem tem idade entre 25 e 30 anos, cor parda, cabelos pretos e várias tatuagens pelo corpo, sendo uma delas a figura de um palhaço nas costas – usualmente associada a matadores de policiais. No abdômen, a vítima também tem tatuada a frase “O Senhor é meu pastor e nada me faltará”; no braço direito outra tatuagem com o nome “Marlete” e na coxa esquerda tatuado o desenho de uma gárgula.

Ainda segundo informações da polícia, a vítima foi teria sido levada viva ao local dentro de um veículo modelo Fiat Siena de cor cinza, e placas não identificadas, juntamente com uma motocicleta ocupada por dois homens. Lá, o homem teria sido amarrado, torturado e carbonizado. Em seguida, os autores do crime fugiram.

Populares perceberam a situação e acionaram a polícia, mas ao chegarem ao local os policiais encontraram a vítima já sem vida, ainda em chamas. O Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo, que deverá passar por exames de DNA e arcada dentária para ser identificado. O caso é investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que segue com suspeita de execução por acerto de contas com dívidas de tráfico de drogas.

Publicidade
Publicidade