Publicidade
Manaus Hoje
Zona Leste

Homem é espancando até a morte e ninguém viu nada, no bairro Gilberto Mestrinho

Vítima, que aparenta ter entre 25 e 30 anos, levou várias pauladas na cabeça. Corpo foi encontrado no meio da rua por volta das 5h deste domingo (3) 03/04/2016 às 11:38 - Atualizado em 03/04/2016 às 17:36
Show 20160403081747
Ao lado do corpo, estava um pedaço de madeira, que pode ter sido usado no crime (Fábio Oliveira)
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Por volta das 5h da manhã deste domingo (3), o corpo de um homem, até o momento ainda não identificado pela Polícia Civil foi encontrado morto e com a cabeça deformada em frente a uma residência localizada na rua São Pedro, no Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus.

De acordo com o registro do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), o crime pode ter ocorrido por volta das 4h da madrugada. Nenhum suspeito foi identificado pela Polícia Civil.

Até o momento as informações sobre o crime são de que a vítima, que aparenta ter entre 25 e 30 anos, foi bastante espancada com um pedaço de pau. Vários golpes atingiram o crânio do homem.

Na rua, moradores acordaram com  a vítima caída em uma poça de sangue. Eles relataram a equipe de A Crítica que não conhecem a vítima e que talvez não seja morador do Gilberto Mestrinho.

Uma moradora que preferiu não revelar o nome por conta de represálias, relatou que ouviu alguns gritos durante a madrugada. A moradora relatou ainda que acredita que o homem teria saído de um terreiro de macumba, situado no Beco São Pedro.

Porém, para a Polícia Civil, o crime ainda não foi esclarecido. No Instituto Médico Legal (IML) consta que a vítima teve o crânio esmagado. Um pedaço de madeira de quase um metro foi achado ao lado da poça de sangue.

Segundo a  Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), responsável pela investigação do caso, a autoria e motivação ainda são desconhecidas. No relatório da unidade policial, a vítima aparentava ter entre 25 e 30 anos, trajava uma bermuda jeans e camisa vermelha e tinha a cor parda. O corpo encontra-se no IML para identificação. 

Publicidade
Publicidade