Sábado, 20 de Abril de 2019
publicidade
HOMICIDIO0_4EE5B58D-EAEB-4090-8251-F780AAC913A0.JPG
publicidade
publicidade

ALVORADA

Homem é executado com dez tiros ao sair de casa para comemorar gol do Flamengo

Matadores estavam aguardando Lucas Felipe Amaro, o Balde, do lado de fora de casa. Polícia diz que morte foi represália do traficante 'Carlinhos do Alvorada'


07/04/2019 às 11:17

Lucas Felipe Amaro da Silva, o “Balde”, 21, foi executado com 10 tiros quando foi para a frente da casa onde morava comemorar o gol de empate do Flamengo diante do Fluminense, no início da noite deste sábado. 

De acordo com a polícia,  o crime está sendo atribuído ao traficante 'Carlinhos do Alvorada', em represália ao homicídio de Mayron Wisllen, ocorrido na noite de sexta-feira, no mesmo bairro. De acordo com a polícia, Mayron era um dos 'soldados' de Carlinhos. Ele foi executado quando lanchava com a namorada.  O caso está sendo sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Balde morava no Beco dos Franceses, bairro Alvorada, na Zona Oeste de Manaus. Por volta das 19h, ele estava em casa assistindo ao jogo do Flamengo e quando saiu o único gol do seu time na partida, Balde não se conteve de alegria e saiu pra rua para comemorar com a vizinhança.

O que ele não esperava era que do lado de fora havia um carro  Voyage, de cor preta, de placas não identificadas, com três pistoleiros dentro. Eles estavam aguardando que Lucas Felipe saísse para executá-lo. Assim que o viram, os matadores saíram do carro já atirando. De acordo com testemunhas, foram mais de 12 tiros. Destes, 10 acertaram a vítima, que morreu na hora. 

 

publicidade
publicidade
Ex-detento morre no hospital dois dias após ser atingido por sete tiros
Homem é preso suspeito de matar soldado da Aeronáutica durante o Carnaval
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.