Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
HOMICÍDIO

Homem é morto e outro ferido após tiroteio no bairro da Raiz

Maxwell da Silva, de 25 anos, acabou sendo morto por engano por dupla em moto. O verdadeiro alvo dos suspeitos levou um tiro de raspão na orelha, mas conseguiu fugir do local



execu__o_2C12D8F3-E97B-49D5-A4AA-8687220A80EB.JPG Foto: Divulgação
15/10/2019 às 18:11

Um homem identificado como Maxwell da Silva Souza, de 25 anos, foi morto vítima de arma de fogo, na tarde desta terça-feira (15), após ser baleado na esquina entre as ruas João Dias e Ruy Gama e Silva, no bairro Raiz, Zona Sul de Manaus. O amigo dele, de 33 anos, ainda não identificado, e que seria verdadeiro o alvo dos suspeitos que atiraram, levou um tiro de raspão na orelha.

De acordo com moradores que preferiram não se identificar, as vítimas estavam na esquina reunidas com amigos, quando uma dupla em uma motocicleta se aproximou e perguntou quem era o rapaz de 33 anos. Ao se identificar, a dupla iniciou a tentativa de execução contra ele atirando em direção ao grupo, o acertando com um tiro de raspão na orelha. Na ocasião, Maxwell foi atingido com um tiro no coração, não resistindo e morrendo no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto.



Ainda de acordo com os moradores, a vítima que não seria o alvo dos suspeitos ainda correu e entrou em uma residência para se esconder deles, mas caiu logo em seguida. Já o que seria o alvo correu em direção a uma das ruas das proximidades.

Após a ação criminosa, a vítima de 33 anos esteve no 3° Distrito Integrado de Polícia (DIP), por conta própria, para realizar o Boletim de Ocorrência (B.O). Durante depoimento, o homem informou que minutos antes a dupla havia ligado para ele solicitando um serviço de polimento de peças de moto (serviço que ele faz). Ainda conforme o depoimento, a vítima informou onde ela estava, foi quando os suspeitos chegaram e começaram a atirar.

Maxwell chegou a ser socorrido por populares até uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em seguida foi encaminhado pelos profissionais ao hospital.

Policiais da 3ª Companhia Interativa comunitária (Cicom), Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e Força Tática, estiveram realizando buscas no local, mas até o momento nenhum suspeito foi identificado e preso. A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), deve investigar o caso.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.