Sábado, 04 de Abril de 2020
APREENSÃO

Homem é preso com fuzil HK G3 em área dominada pelo Comando Vermelho

Por volta das 20h de ontem (29), os policiais fecharam o cerco no local indicado por meio da denúncia e conseguiram apreender a arma, assim como 19 munições intactas de calibre 762



WhatsApp_Image_2020-01-30_at_12.24.34_BB4944A8-300C-4E0E-B9B2-99871D44E351.jpeg Foto: Divulgação
30/01/2020 às 13:14

Um fuzil modelo HK G3 calibre 762, de fabricação alemã, foi apreendido por policiais militares da Força Tática na noite de quarta-feira (29) durante uma operação policial na comunidade Nova Vitória, Zona Leste de Manaus. A arma estava em posse de Flávio Ferreira Oliveira, 34 anos.

Conforme o major Igor Reis da Força Tática, a polícia militar estava recebendo denúncias da população da comunidade Nova Vitória, informando que havia um grupo criminoso que transitava armado pelas ruas da região e uma dessas armas era longa semelhante ao fuzil apreendido.



A polícia apurou que o grupo é da facção criminosa Comando Vermelho (CV) que recentemente tomou a área do controle da facção criminosa Família do Norte (FDN). O fuzil seria usado em uma possível tentativa de retomada da área.

De acordo com o comandante da Força Tática, major Igor Reis, o fuzil é uma arma de guerra com alto poder destrutivo. “É uma arma com alto poder de fogo que há pouco tempo era usado pelo exército alemão e que estava em poder de criminosos”, disse.

Por volta das 20h de ontem (29), os policiais fecharam o cerco no local indicado por meio da denúncia e conseguiram prender em flagrante Flávio Ferreira Oliveira, apreender a arma, assim como 19 munições intactas de calibre 762.

O homem e o armamento foram encaminhados para a base do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). O DRCO dará continuidade às investigações para descobrir a origem do fuzil.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.