Publicidade
Manaus Hoje
HOMICÍDIO

Mandante de morte de adolescente de 16 anos no Dagmar Feitosa é preso

A polícia informou que Ezequias Alves Soares, o “Big Mac”, 18, disse que matou Gabriel Cascais Machado porque a vítima havia matado uma mulher e ele não aceitava esse tipo de crime 28/09/2017 às 18:02
Show big
Ezequias Alves Soares, o “Big Mac”. Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Ezequias Alves Soares, o “Big Mac”, 18, que estava em regime de internação no Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, no bairro Alvorada 1, na Zona Centro-Oeste, teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Mauro Antony por ser o mandante do assassinato do adolescente Gabriel Cascais Machado, de 16 anos. O crime ocorreu no dia 9 de agosto deste ano.

O mandado de prisão foi cumprido na tarde desta quinta-feira  (28) por policiais do 10° Distrito Integrado de Polícia (DIP). A vítima foi morta com uma pancada na cabeça e depois encontrada enforcada na cela.  O autor é um infrator de 18 anos.

Motivação

A polícia informou que ‘Big Mac’ disse em depoimento que a motivação foi por conta de que a vítima havia matado uma mulher e ele, que era um dos chefões no Dagmar, não aceitava esse tipo de crime.

‘Tribunal do crime’

Uma espécie de tribunal do crime foi adotado por “Big Mac” e por outro interno conhecido como “Aborto”. Na delegacia, ele confessou o crime, segundo informou o delegado Danilo Bacarin.

“A vítima falava que era matador de ‘xana’, se atribuindo a morte de alguma mulher e eles não aceitavam isso, por isso ordenaram o crime”, explicou. Big Mac será conduzido para uma unidade prisional da capital.

LEIA MAIS

34 internos fogem por buraco de muro no Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa

Adolescentes fugiram após levarem ‘banho de mijo’ no Centro Dagmar Feitosa, em Manaus​

Publicidade
Publicidade