Publicidade
Manaus Hoje
POR DINHEIRO

Homem é preso por oferecer falsas vagas de emprego em troca de dinheiro em Manaus

Segundo a polícia, as vítimas chegaram a pagar valores de R$ 700 a R$ 1 mil, mas nunca foram contratadas para trabalhar 18/07/2017 às 10:55 - Atualizado em 18/07/2017 às 11:03
Show 844a939e dfb9 4089 b3f7 218befecff36
Foto: Jander Robson
Dani Brito Manaus (AM)

Um homem foi preso pela Polícia Civil, em Manaus, suspeito de aplicar golpes e enganar pelo menos 17 pessoas na cidade. Segundo a polícia, Luiz Paulo da Silva Queiroz, de 42 anos, oferecia falsas vagas de emprego em troca de dinheiro. As vítimas chegaram a pagar valores de R$ 700 a R$ 1 mil, mas nunca foram contratadas para trabalhar.

Segundo a delegada Joyce Coelho, do 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Luiz Paulo foi capturado na tarde de ontem, segunda-feira (17), na casa da namorada dele, localizada na rua Madalena Frota, bairro Novo Aleixo, na Zona Norte de Manaus. Só no 11º DIP, ele foi denunciado por 17 pessoas.

Conforme a delegada Joyce Coelho, Luiz já havia trabalhado no sistema prisional do Estado, entre os anos de 2013 e 2014, através de uma empresa terceirizada. Após sair da empresa, ele teria começado a fazer contatos com ex-colegas mentindo que ainda estava no local e oferecendo vagas de emprego de cargos comissionados dentro da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

“Ele cobrava valores entre R$ 700 e R$ 1 mil por estas vagas. As vítimas geralmente eram conhecidas dele e confiavam que desta forma iriam conseguir o emprego. Após receber o dinheiro, ele deixava de atender às ligações das vítimas”, explicou a delegada Joyce Coelho.

Segundo a delegada, Luiz ainda chegava a pedir que as vítimas enviassem cópias de documentos para que pudesse “agilizar” a contratação. No momento da prisão, foram aprendidos com ele diversos currículos, falsos documentos de identificação do sistema de segurança, além de documentos de admissão das vítimas, o que indica que ele oferecia as vagas, mas não honrava com as promessas.

Uma das vítimas, um policial reformado de 43 anos, disse que tinha conhecido Luiz há algum tempo e ao conversar com ele teve a oferta de dois empregos para o irmão e o sobrinho que estavam desempregados. “Ele me cobrou R$ 2mil pelas duas vagas e, depois que paguei, ele evitava falar comigo até o momento que percebi que tinha sido enganado e fiz a denúncia”, disse a vítima.

O infrator foi indiciado por estelionato majorado e será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Publicidade
Publicidade