Publicidade
Manaus Hoje
ZONA OESTE

Homem é preso suspeito de planejar roubo a empresa no bairro Tarumã

Rafael Pessoa Simões, conhecido como “Morte”, foi denunciando por dois homens que foram presos no dia do crime com a quantia de R$ 40 mil. Ele nega sua participação no caso 11/09/2018 às 20:32
Show preso 8f77b1d0 84b9 413c af4a cca0bfa1b73b
Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Foragido há menos de 20 dias, Rafael Pessoa Simões, o “Morte”, foi capturado, na manhã desta terça-feira (11), por policiais civis por ser o principal suspeito de planejar um roubo a antiga empresa que trabalhava, no bairro Tarumã, Zona Oeste. O assalto ocorreu em agosto e na ocasião dois homens foram presos com a quantia de R$ 40 mil.

Rafael era soldador no estaleiro e, após ser demitido, planejou o roubo. De acordo com o delegado Guilherme Torres, titular do 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e responsável pela investigação, o homem foi delatado pela dupla presa que ele contratou para roubar o dinheiro. “Os dois que foram presos falaram que a ideia partiu do Morte, mas ele nega a autoria”, afirmou Torres.

No dia do crime era pagamento de funcionários e a dupla abordou o homem que estava com a quantia em dinheiro. “O funcionário reagiu e correu para dentro de uma mata, então na rua alguém percebeu e atirou contra a dupla, que acabou presa pela Polícia Militar”, explicou o delegado. Os comparsas foram identificados como Alexandre Correa Tenório e James Magno Costa.

Segundo o delegado, “Morte” foi preso no prédio da Justiça do Trabalho, no Centro de Manaus, durante uma audiência trabalhista contra a empresa. Conforme investigadores do 20º DIP, ele ingressou com uma ação contra o estaleiro depois de ser demitido. Ele e os comparsas devem responder por latrocínio tentado e vão ficar a disposição da Justiça em uma unidade prisional do Estado.

Publicidade
Publicidade