Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
IRANDUBA

Homem é preso suspeito de tentar estuprar adolescente na Ponte Rio Negro

Suspeito teria tentado abusar sexualmente de uma menina de 14 anos, em uma barraca de água de coco, localizada em um trecho da ponte. Vítima conseguiu fugir



show_1_92CA3AF9-691D-47CE-AC38-420889FEC9A7.jpg Foto: Arquivo/AC
16/10/2019 às 20:58

Um homem de nome e idade não divulgados, foi preso na tarde desta quarta-feira (16), suspeito de tentar estuprar uma adolescente de 14 anos, em uma barraca de venda de água de coco, em um trecho da Ponte Jornalista Phellipe Daou, conhecida como Ponte Rio Negro, no município de Iranduba (distante 19 quilômetros em linha reta de Manaus).

De acordo com o cabo Costa Andrade, da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), responsável pela área e que atendeu a ocorrência, uma equipe da Polícia Civil abordou a viatura da Cicom informando que a adolescente estaria desesperada no início da ponte. Segundo ele, o homem, que estava em posse de uma bicicleta, se aproximou da garota que estava na barraca e a forçou a praticar o ato sexual. Na ocasião, a vítima entrou em luta corporal com o suspeito, conseguindo assim fugir.



"Foi encontrado dentro da bolsa dele uma faca, porém ele não chegou a utilizar durante a tentativa de estupro. Ele estava indo em direção a Manaus com a sua bicicleta, então fizemos a prisão do mesmo. Ele informou também que já foi acusado pelo mesmo crime. O homem disse ainda que tentou conversar com a mesma, que só estava pedindo uma água, mas não nega a ação criminosa”, explicou. 

O homem vai responder pelo crime de estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis na Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), ele será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, na Zona Sul de Manaus.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.