Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
ASSASSINATO

Homem é sequestrado, torturado e morto por membros da FDN, diz polícia

José Stélio Franco Nery, 28 anos, foi encontrado na margem de igarapé, no Educandos, com três tiros na cabeça e um corte no pescoço. Crime chegou a ser filmado e vídeo circulou nas redes sociais



WhatsApp_Image_2019-09-15_at_12.02.14_A7FCFA35-4CA1-49E5-AF6E-9AB9B008B2CF.jpeg
15/09/2019 às 12:34

O corpo de José Stélio Franco Nery, 28 anos, foi encontrado na noite de Sábado (14) no Estaleiro Carreira do Zumbi, Ponte Branca, Bairro Educando, Zona Sul. A polícia informou que a suspeita, com base em vídeos que circulam em redes sociais, é de que ele teria sido sequestrado por membros da Família do Norte, morto com 3 tiros na cabeça e depois jogado no Igarapé do Educandos. Os trabalhadores do estaleiro acharam o corpo e avisaram a polícia.

O servente Antonio Ferreira, 32 anos, é uma das 9 pessoas que trabalham na reforma do Barco Irmãos Camelo de Carauari. Por volta das 22h, Antonio atando sua rede no barco, se preparando para dormir, quando viu um corpo na margem do igarapé. Ele disse que parecia um boneco branco. Então chamou os seus colegas e quando foram ao local, encontraram o corpo.



Os trabalhadores do estaleiro ligaram para a polícia, mas os policiais foram ao local e não encontraram o endereço. Marcelo Chaves de Souza, 19 anos, que também trabalha no local, disse que foi até a orla do Amarelinho e lá encontrou uma viatura da 2ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que foi ao local, constatou o fato e acionou o Instituto Médico Legal (IML).

Marcelo Chaves contou que ele foi ao igarapé e puxou o corpo para a margem e esperou a chegada do IML. Segundo Marcelo Havia 3 marcas de tiro na cabeça, uma perfuração de faca nas costas e um braço e o pescoço da vítima estavam quebrados.

Os funcionários do estaleiro contaram que os familiares da vítima foram ao local e reconheceram o corpo. Os familiares contaram que José Stelio foi sequestrado na sexta-feira no Bairro Santa Luzia, também Zona Sul. Um vídeo circulava pelas redes sociais mostrando José Stelio com um corte do pescoço e uma arma na cabeça. Os autores do crime, segundo a polícia, seriam membros da FDN. José Stélio foi torturado, morto e depois jogado no Igarapé do Educandos. 

O IML fez a remoção do corpo e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o caso.

News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.