Publicidade
Manaus Hoje
detido por receptação

Homem algemado escapa no momento em que dava entrada na cadeia em Manaus

Rogério Seabra fugiu em direção a uma área residencial com uma algema presa no braço direito. A esposa dele estava com o dinheiro da fiança, mas ele estava com medo e não queria ficar preso nenhum minuto na Raimundo Vidal, para onde foi levado novamente após a fuga malsucedida 04/07/2016 às 16:10
Isabelle Valois Manaus (AM)

No momento em que dava entrada na cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus, Rogério Seabra da Silva, 20, aproveitou a ocasião, quando um policial civil do 12º Distrito Integral de Polícia (DIP) retirava a algemas, e fugiu em direção às casas que estão situadas na avenida Sete de Setembro, nas proximidades do Instituto Federal do Amazonas (Ifam).  A fuga ocorreu na manhã desta segunda-feira (4) e a recaptura foi flagrada pela equipe de A Crítica.

Conforme o cabo Israel Vilera, que trabalha internamente na penitenciária, o preso chegou a fugir com uma das mãos algemadas. “Cheguei atirar contra o suspeito para evitar a fuga, mas não adiantou, fugiu com uma das mãos presas na algema. Ele ficava dizendo o tempo todo que não podia entrar na cadeia”, comentou.

O cabo acredita que o preso pode ter participação em alguma facção criminosa e por isso não pensou duas vezes antes de cometer a fuga. Presos de facções rivais costumam sofrer violências por outros detentos nos presídios. Nesses casos, há até risco de morte.

“Na certa, ele é envolvido com alguma facção, pois não queria de forma alguma entrar na cadeia”, disse.

Após a fuga, a vizinhança e policiais das Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) que atuam próxima a região ajudaram na procura do foragido. Quase duas horas depois da fuga, o homem foi recapturado dentro de um prédio que estava vazio. Rogério entrou pelo telhado, mas deixou rastros para a polícia.

Conforme a polícia, o homem foi preso na madrugada desta segunda-feira (4) pelo crime de receptação. Ele tinha sido encaminhado para a cadeia pública, onde a esposa, que não teve o nome divulgado, iria pagar a fiança.

No momento da fuga, companheira de Rogério ficou desesperada e chorava pela rua.

Após ser recapturado, o homem foi preso novamente e conduzido para o 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Em seguida, ele foi levado novamente para a cadeia pública.

Publicidade
Publicidade