Publicidade
Manaus Hoje
'Senhor das armas baré'

Homem flagrado com arsenal de armas de grosso calibre é solto após 7 dias preso

Liberdade provisória Rick Carvalho foi concedida pela juíza Margareth Rose Cruz Hoaegen, na última quarta-feira 15/07/2016 às 19:01
Show 84887dce 4e86 4cee b41c 87f7fc5317a0
Kelly Melo Manaus (AM)

Uma semana depois de ter sido preso por policiais da 2ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom)  com um verdadeiro arsenal de armas de grosso calibre, munições diversas e até uma granada, no bairro Santa Luzia, na Zona Sul, o técnico em eletrônico Rick Carvalho da Silva, 31, foi posto em liberdade.

A liberdade provisória  foi concedida pela juíza da 4ª Vara Criminal Margareth Rose Cruz Hoaegen, na última quarta-feira. No entendimento dela, conforme os autos, “verifico a inocorrência de qualquer das hipóteses que autorizam a prisão preventiva”. O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM)  manifestou contrário ao pedido de liberdade.

No pedido, a defesa do réu alegou que Rick preenchia todos os requisitos para responder o processo em liberdade, visto que ele possui residência fixa em Manaus, tem bons antecedentes criminais, além de ser réu primário.

No dia da prisão, Rick confessou guardar as armas e munições para criminosos, um deles identificado como “FB” e que em troca, receberia R$ 1,5 mil pelo serviço. 

Na época, a policia não descartou a possibilidade de o armamento apreendido ter sido utilizado em diversos homicídios na capital. “Apesar de algumas delas serem armas velhas, são de alto poder de fogo. Se uma faca já intimida imagina uma arma de fogo”, disse o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes.

Em depoimento, Rick chegou a afirmar que um dos crimes de homicídio foi de um taxista morador do bairro cuja a autoria está sendo atribuída a um criminoso identificado como “Queixão”. Elas ainda eram alugadas para grupos criminosos para fazerem assaltos.

Na casa Rick Carvalho Silva, 31, no bairro Santa Luzia, na Zona Sul, foram encontrados pelo menos dois fuzis; uma submetralhadora Uzi de fabricação israelense; três pistolas, sendo duas delas da Polícia Militar; um revólver e uma granada, além de 395 munições de diversos calibres. Uma granada também foi apreendida.

Publicidade
Publicidade