Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2020
NA ZONA NORTE

Homem mata esposa a pauladas e agride sogra no Cidade Nova

A vítima Aline Pâmela Teixeira Machado, 26, já havia registrado seis boletins de ocorrência contra o marido, segundo informações da própria polícia



xxxxxxx_083B56AF-491A-4E5A-8C76-B6647106FF9E.JPG Foto: Divulgação
20/08/2019 às 14:11

O borracheiro Douglas Ricardo Silva Costa, 26, matou sua companheira, Aline Pâmela Teixeira Machado, 26, a pauladas na madrugada desta terça-feira (20). O assassino ainda agrediu também com pauladas, a sogra, identificada como Vane Corrêa Machado, 41. O crime aconteceu na casa das vítimas, que fica na Rua Ayrton Senna, comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus.

Segundo a polícia, por volta das 5h30 da manhã, Douglas chegou a casa sob efeito de drogas e começou a discutir com a esposa. Ele então pegou uma perna manca e a agrediu. A sogra tentou defender a filha, mas também foi agredida. De acordo com os vizinhos, os dois brigavam muito e já haviam se separado. Mas há um mês reataram o casamento. O casal tem dois filhos, uma menina de 8 anos e um menino de 2 anos.



Vane foi socorrida por familiares e levada para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, na Zona Leste de Manaus, onde está internada, mas não corre o risco de morte. Já Aline Pâmela foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Platão Araújo, também na Zona Leste, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com informações da polícia, eles viviam um relacionamento conturbado. Aline já havia registrado seis boletins de ocorrência contra Douglas. A última denúncia relatava que o suspeito teria tentado enforcar a vítima. Em outra agressão ele teria dado um soco que quebrou o aparelho ortodôntico de Aline.

Douglas Ricardo Silva Costa foi preso por uma equipe da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) e encaminhado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que investiga o caso.

News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

20 Jan
trans_8C3DB8BB-BCF9-43E8-B068-3BED79D3DBF5.JPG

Mutirão retifica nomes e assegura identidade de travestis e transsexuais

20/01/2020 às 20:27

Como o procedimento feito diretamente no cartório não é tão simples (a lista de documentos exigidos é extensa) e nem sempre é barato (custa em média entre R$350 a R$ 400), a ação visa não somente facilitar a vida das pessoas transexuais que desejam alterar o nome e gênero de registro em sua documentação de nascimento, como também vai acompanhar e custear a certidão de tabelionato de protestos


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.