Publicidade
Manaus Hoje
FACÇÕES

Homem é morto a tiros e outro fica ferido durante briga entre facções em Manaus

Vítimas foram surpreendidas a tiros quando saíam de casa de shows no bairro do São Raimundo. Dois suspeitos do crime foram presos 18/02/2019 às 12:36 - Atualizado em 18/02/2019 às 12:49
Show 2f671026 196e 488e 81f6 78e191246640 2b854154 f3ec 49de ac2c 74460c3c6a66
Wanderson da Silva Nascimento (Foto: Winnetou Almeida)
Márcia Monteiro Manaus (AM)

Um homem foi morto a tiros e outro ficou ferido em estado grave durante um tiroteio ocorrido na madrugada desta segunda-feira (18) na frente de uma casa de shows no bairro São Raimundo, na Zona Oeste da cidade. As vítimas foram surpreendidas quando saíam do estabelecimento. Dois suspeitos do crime foram presos.

O homem morto é Stanley da Silva Santos, de 27 anos, e o ferido foi identificado apenas como Luiz Felipe. Segundo a polícia, o tiroteio foi motivado por uma briga entre facções criminosas.

Conforme policiais militares da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), eles foram informados por volta da 03h10 de hoje que ocupantes de um automóvel Voyage, de cor branca, haviam acabado de atirar contra Stanley e Luiz Felipe, na frente do Almirante Bar.

De acordo com o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), após atirarem nas vítimas os suspeitos fugiram no carro Voyage em direção à avenida Boulevard Álvaro Maia. A Polícia Militar, então, começou às buscas e avistou o veículo, iniciando uma perseguição.


Carlos Kennedy (Foto: Winnetou Almeida)

Já no cruzamento da avenida Major Gabriel com a rua Airão, no bairro Praça 14, os dois suspeitos do crime abandonaram o carro e fugiram a pé. Durante a fuga, Carlos Kennedy Dantas, de 26 anos, se deparou com uma viatura e atirou contra o veículo. Os militares revidaram e atingiram o suspeito nas pernas. Ele foi levado para uma unidade hospitalar.

O outro suspeito, identificado como Wanderson da Silva Nascimento, 29, também foi preso e disse em depoimento que a participação dele no crime teria sido apenas por dirigir o veículo, que era roubado.

Wanderson e Carlos foram levados para a sede da DEHS na manhã de hoje para procedimentos cabíveis e serão encaminhados para audiência de custódia ainda hoje.

Publicidade
Publicidade