Domingo, 21 de Julho de 2019
TRÊS TIROS

Homem morre em hospital após ser baleado na frente do filho em Manaus

A vítima percebeu a aproximação de um carro Gol e empurrou o filho de 1 anos para protegê-lo. Fabrício saiu correndo, mas acabou sendo baleado



agora_agorinha_baleado_477182F4-A5E6-423D-9D3D-B8222797ED2C.JPG O homem foi atingido por tiros na rua G, no bairro Santa Etelvina. Foto: Jair Araújo
09/07/2019 às 13:58

Fabrício Rodrigues Marinho, de 23 anos, morreu no Hospital Delphina Rinaldi Aziz, após ser atingido com três tiros na tarde dessa segunda-feira (8), na rua G, no bairro Santa Etelvina, na Zona Norte de Manaus. Segundo relatos de colegas de trabalho da vítima, o homem estava em frente da própria casa com o filho de 1 ano de idade, quando foi atingido por tiros.

Ainda conforme os colegas, por volta das 17h, Fabrício percebeu a aproximação de um carro Gol, de cor vermelha. A vítima empurrou o filho para protegê-lo e saiu correndo, mas acabou sendo baleada. A criança sofreu lesões na testa por causa da queda.

Um dos colegas de Fabrício, identificado como Mateus Soares da Silva, o conduziu até a unidade hospitalar, localizada no bairro Colônia Terra Nova, mas ele acabou não resistindo e morrendo no local.“Era um bom rapaz, sempre tentava nos ajudar e costumava preparar refeições para a gente”, disse Mateus. “Ele cumpria prisão domiciliar por porte ilegal de armas, mas isso foi armação da polícia”, acrescentou.

De acordo com Mateus, o colega já havia atuado no tráfico de drogas e, pelo fato de ter se recusado a voltar ao crime, sua morte teria sido encomendada por um chefe do tráfico.

Outro colega da vítima informou que, no sábado (6), um veículo rondava o trabalho dele atrás de Fabrício. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS).

Receba Novidades

* campo obrigatório
Repórter freelancer de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.