Publicidade
Manaus Hoje
motivo da morte

Homem morto no Studio 5 era do PCC e ameaçou integrantes da FDN

O autor do crime, Thiago Amaral, confessou ter atraído 'Pesado' até o centro comercial para matá-lo. 'Pesadelo' havia ameaçado ele e outros comparsas de Thiago 01/08/2016 às 12:03
Show  ndicedfdf
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Thiago do Amaral Feitoza da Silva, 25, é um dos envolvidos na morte do ex-presidiário Heberson Monteiro Lopes, o "Pesadelo", executado no estacionamento do Studio 5, na última quarta-feira (27), segundo a Polícia Civil.

O suspeito foi preso em flagrante por policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), por volta das 16h do dia seguinte, em sua casa, no Crespo, Zona Sul. Ele confessou ter atraído Heberson até o centro comercial.

Segundo o delegado Ivo Martins, a vítima pertencia ao Primeiro Comando da Capital (PCC) e havia ameaçado de morte Thiago e os comparsas Gabriel Fernandez da Silva e Valcy Batista dos Santos, que estão foragidos. Gabriel e Valcy são da FDN e os autores dos disparos.

Publicidade
Publicidade