Publicidade
Manaus Hoje
ASSASSINATO

Homem preso confessa assassinato e estupro de mulher encontrada morta em lago

Isaías, 18, revelou à polícia que conhecia a vítima e que bebia com ela e mais três amigos em um bar. Eles resolveram ir a um lago e lá a mataram 14/12/2017 às 16:33
Show 18
Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Isaías Alexandre Tavares Cavalcante, 18, confessou o roubo, estupro e assassinato da diarista Camila Bruna de Assis Pedrosa, 23, encontrada morta na manhã desta quinta-feira (14), em Manaus, com o corpo boiando em um lago dentro de um terreno de uma faculdade particular do Parque das Laranjeiras.

O réu confesso do crime foi preso após o recebimento de uma denúncia anônima. Policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) abordaram Isaías na rua Marrocos, comunidade Parque das Nações, no bairro Flores, na Zona Centro-Sul.

De acordo com o comandante da Rocam, coronel Araújo, Isaías revelou que conhecia a vítima e que bebia com ela e mais três amigos em um bar. “Eles resolveram ir a um lago e lá mataram a pedradas e pauladas a vítima e ainda a estupraram”, explicou. O suspeito contou que os colegas também praticaram sexo com a vítima.

Isaías foi autuado por latrocínio e outras duas pessoas identificadas como Gabriel Ernesto da Silva, 18, Francisco das Chagas Conceição, 35, foram autuadas por tráfico de drogas porque foram denunciados por Isaías. “O Isaías revelou que esses dois teriam participado do crime, mas não estavam, porém com eles tinham drogas”, esclareceu.

A vítima

A vítima, Camila Bruna de Assis Pedrosa, de 23 anos, foi encontrada boiando em um lago localizado dentro do terreno de uma faculdade particular no conjunto Parque das Laranjeiras, bairro Flores, na Zona Centro-Sul de Manaus. Ela apresentava escoriações na cabeça e estava com a calcinha abaixada até os joelhos.

Publicidade
Publicidade