Domingo, 22 de Setembro de 2019
sem arrependimentos

Homem que matou companheira a pauladas diz que vítima era má

Douglas Ricardo Silva Costa, 25, relatou que não havia consumido bebida alcoólica e nem entorpecentes no dia do crime



homem_123_20D86638-07C5-4477-B6FB-299BD53A6E27.JPG Foto: Marcos Lima
21/08/2019 às 14:35

Suspeito de matar a pauladas a companheira Aline Teixeira Machado, 26, o borracheiro Douglas Ricardo Silva Costa, 25, afirmou à imprensa que a vítima era uma mulher muito má e que ninguém sabe o que ele passava. Além do caso de feminicídio, ele foi indiciado por tentativa de homicídio qualificado contra a sogra, uma mulher de 53 anos.

O caso ocorreu na terça-feira (20), por volta das 5h30, no bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus. Segundo o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Douglas, em depoimento, relatou que não havia consumido bebida alcoólica e nem entorpecentes no dia do crime.

“Houve uma discussão entre o casal, ele então, por ciúmes, quebrou o celular da vítima”, explicou a autoridade policial, acrescentando que revoltadas coma situação, a filha e a mãe foram tentar agredi-lo, e ele, para se defender, usou a perna-manca.  Aline morreu no Hospital Platão Araújo e a mãe dela foi encaminhada para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, onde chegou a ficar internada – ambas as unidades localizadas na Zona Leste.

A polícia, ainda na manhã de terça-feira (21), foi aos endereços do suspeito para tentar prendê-lo em flagrante. No início da tarde, a juíza Bárbara de Araújo Folhadela expediu mandado de prisão preventiva. Ao saber que seria preso, e para se livrar do flagrante, Douglas se apresentou espontaneamente no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Tancredo Neves, Zona Leste.

Na apresentação de hoje na sede da DEHS, no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste, foi mostrado o pedaço de madeira usado para agredir mãe e filha. Na perna-manca era possível ver dois pregos e muitas marcas de sangue.

Após os procedimentos na sede da DEHS, como já há um mandado de prisão preventiva, ele vai ser encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), que fica no quilômetro 8 da rodovia BR-174, e vai ficar à disposição da Justiça.

News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.