Sábado, 14 de Dezembro de 2019
LA CASA CAIU

Homem que se baseava em série para cometer assaltos a bancos é preso

O criminoso fazia uso de uma peruca e um boné para cometer o delito sem ser identificado. Polícia começou a monitorar suspeito após ele assaltar um estabelecimento comercial no início deste ano



WhatsApp_Image_2019-11-05_at_15.54.36_5C016080-5669-4DD4-87A0-13AD1AF2D9F9.jpeg Foto: Divulgação
05/11/2019 às 16:26

O detento do regime semiaberto José Roque de Souza, de 37 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (5), suspeito de assaltar diversos supermercados e agências bancárias na cidade de Manaus. Em depoimento à polícia, ele afirmou que estudava dias antes os locais que seriam alvos dos crimes e que se baseava em um filme para sair bem sucedido.

Conforme informações do delegado titular da Delegacias Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Guilherme Torres, o José Souza passou a ser investigado após assaltar um estabelecimento comercial no início deste ano. Na ocasião, conforme informações das vítimas à polícia, o criminoso fazia uso de uma peruca e um boné para cometer o delito sem ser identificado.



"Logo no início do ano, recebemos a denúncia de que um  indivíduo assaltou um estabelecimento comercial utilizando uma peruca. Em pouco tempo, recebemos outra ocorrência de que uma pessoa que utilizava os mesmos traços cometeu assalto a uma agência no centro da cidade. Passamos a investigar, até que conseguimos efetuar a prisão do elemento", disse o delegado.

No momento da prisão, o suspeito estava trabalhando em um terminal de ônibus da cidade, situado no bairro Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus. "Ao efetuarmos a prisão, ele nos informou que utilizava um simulacro de arma de fogo e que havia descartado o objeto em um dos locais do assalto. Nossa equipe foi até esse local e conseguiu encontrar, de fato, o simulacro", destacou.

O homem contou que se inspirava em uma série para cometer os delitos. Na produção, um grupo de nove ladrões, liderados por um Professor, prepara o roubo do século na Casa da Moeda da Espanha. 

"Em uma dessas agências, ele chegou a render um segurança que preferiu não revidar por temer punições futuras. Desse assalto, ele ainda conseguiu levar uma quantia de R$ 3 mil", acrescentou a autoridade policial.

Ao todo, conforme a polícia, o criminoso levou um total de R$ 10 mil das agências. O valor não foi recuperado.

O homem foi apresentado na tarde desta terça-feira (5) na Derfd, onde ficará à disposição da Justiça.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.