Publicidade
Manaus Hoje
VÍTIMA

Líder comunitário foi morto a tiros em Manaus horas após receber prêmio na ALE

Segundo a polícia, a vítima teria envolvimento com tráfico de drogas, mas a família alega que o Rony se “regenerou” e se dedicava a trabalhos comunitários 29/03/2018 às 11:18
Show homenagem ale am
Rony da Silva e Silva, 33, comemorou o prêmio no Facebook e horas depois foi brutalmente assassinado dentro do carro dele (Foto: Arquivo Pessoal)
Larissa Golvin Manaus (AM)

Um homem identificado como Rony da Silva e Silva, 33, foi morto por volta das 20h dessa terça-feira (27), a tiros na rua Alfazema, localizado na comunidade João Paulo 2, bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus.

A polícia informou que a vítima teria envolvimento com o tráfico de drogas, mas a família alega que o Rony era líder comunitário e horas antes de ser executado, ele recebeu um certificado de Título Honorífico na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) pelos serviços comunitários no bairro.

Segundo uma amiga da família, esse título que Rony recebeu na tarde dessa terça-feira (27), no auditório Deputado Belarmino Lins, foi dado a ele devido os trabalhos comunitários que ele vinha realizando na comunidade do João Paulo 2.

“Ele teve o passado dele. Ninguém aqui quer dizer que ele foi santo, mas já tinha se regenerado e estava ajudando a todos. Se ele realmente fosse uma pessoa que não prestava, não tinha ninguém chorando aqui no velório dele e a comunidade sabia o que ele estava fazendo por todos nós” disse.

Amigos e familiares da vítima conversaram com a equipe do MANAUS HOJE e relataram que os trabalhos que Rony realizava naquela comunidade estavam mudando a vida das pessoas. “Na Páscoa ele estava aqui com a gente e inclusive estava na distribuição de ovos para as crianças. Sábado ia ter uma festa pra comunidade no campo que tem no final da rua, onde ele foi morto”, comentou uma cunhada de Rony.

Segundo o relatório do Centro Integrado de Operações Especiais de Segurança (Ciops), Rony estava dentro do carro dele quando foi alvejado com tiros e a óbito ainda no local, onde foi executado. O caso foi registrado no 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Morte em seguida

Minutos depois, Leonardo André de Oliveira do Nascimento, 29, foi morto na rua Mirra, comunidade João Paulo 2, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste, bem próximo ao local do homicídio de Rony.  

A polícia disse que o irmão da vítima realizou o boletim de ocorrência no 30º Distrito Integrado de Polícia, informando que Leonardo foi atingido por tiros desferidos por um homem que estava de passageiro em uma moto. No momento do crime, a vítima estava trabalhando numa borracharia.

Publicidade
Publicidade