Publicidade
Manaus Hoje
TRIPLO HOMICÍDIO

Indígenas são mortos a tiros em comunidade no interior do Amazonas

Segundo cacique de aldeia, dois traficantes peruanos são suspeitos do crime. Mulher ficou ferida e foi levada para hospital 03/10/2017 às 10:31 - Atualizado em 04/10/2017 às 11:53
Show maca
Foto: Divulgação
Oswaldo Neto Manaus (AM)

Três indígenas foram assassinados a tiros na tarde desta segunda-feira (2) em uma comunidade no município de Santo Antônio do Içá, distante 881 quilômetros de Manaus. Uma mulher ficou ferida e foi levada para um hospital. Segundo a Polícia Militar, testemunhas afirmam que os suspeitos do crime são traficantes peruanos.

O crime aconteceu na tarde de segunda-feira (2), por volta de 18h, na comunidade indígena Betânia, na zona rural de Santo Antônio do Içá. No município, há pelo menos quatro comunidades indígenas que compõem o território. O censo de 2010 apontou que 26% da população de Santo Antônio do Içá se identifica como indígena.

Segundo investigações da 53ª Delegacia Interativa de Polícia, quatro indígenas da etnia Tikuna estavam a bordo de um barco flutuante quando foram abordados por dois peruanos que pediram carona. A Polícia Militar acredita que os suspeitos são traficantes. Ao entrarem na embarcação, os criminosos teriam efetuado vários disparos contra os indígenas.

De acordo com a Polícia Civil, no momento da ação, um dos indígenas estava em posse de uma espingarda e alvejou um dos peruanos na perna. Durante o confronto, o indígena também foi atingido. Três deles morreram no local e uma das vítimas, uma mulher que reagiu ao crime segundo a PM, foi socorrida e levada a um hospital do município. Ela segue internada e o estado de saúde não foi confirmado.

Conforme a equipe de investigação da delegacia, homens das polícias Civil e Militar foram deslocados ao município para tentar localizar os infratores, que após a ação criminosa fugiram pelas margens do rio. A polícia ainda não identificou os suspeitos e o caso está sendo apurado.

Rio Solimões

O assassinato dos indígenas em Santo Antônio do Içá é o segundo em menos de um mês no Rio Solimões. Em agosto, a britânica Anna Kelty foi morta em um latrocínio - roubo seguido de morte - por sete pessoas, entre eles um adolescente de 17 anos. Dois homens seguem foragidos.

Na ocasião, a polícia confirmou que Emma foi assassinada por assaltantes. A área do Rio Solimões, no trecho entre os municípios de Codajás e Coari, identificada como Ilha Machado, local onde foi encontrado o caiaque da esportista, é considerada pelas autoridades como rota do tráfico de drogas. O local é próximo onde o delegado de Coari Thyago Garcez, 30, desapareceu no dia 5 de dezembro, após uma troca de tiros com traficantes. Até hoje o delegado não foi encontrado.

Publicidade
Publicidade