Publicidade
Manaus Hoje
ASSASSINADO

Industriário é morto a tiro a caminho de igreja no bairro Novo Aleixo, em Manaus

A família suspeita que João Paulo, 31, tenha sido morto por engano ou que reagiu a um assalto. Os bandidos não levaram nada 02/09/2018 às 14:01 - Atualizado em 02/09/2018 às 14:03
Show d41f191e 3079 4e33 8036 91ddc5144b59 b2e738ca 236a 41a3 9cde 6fa3fa955e7f
Foto: Gilson Mello
Silane Souza Manaus (AM)

O industriário João Paulo Nascimento Guimarães, de 31 anos, foi morto a tiro na noite deste sábado (1), em Manaus, por volta de 20h, quando estava indo para uma igreja, na rua Rio Paraguai, bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus. A família suspeita que ele tenha sido assassinado após reagir a um assalto.

A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. 

De acordo com a cunhada de João Paulo, a dona de casa Melissa Protázio, 22, dois homens em uma motocicleta abordaram a vítima enquanto ela caminhava em via pública. “O João estava atendendo uma ligação quando esses dois caras se aproximaram na moto. Ele vendo que seria assaltado, correu. Aí os bandidos atiraram contra ele, mas não levaram nada”, contou.

A jovem disse ainda que a família também suspeita que o industriário possa ter sido morto por engano, uma vez que os suspeitos pelo crime já haviam passado pela rua antes. “Achamos tudo muito estranho porque depois de atirarem, os caras voltaram a passar na rua, inclusive pela frente da igreja para onde o João estava indo. E eles não assaltaram mais ninguém na região. Mas o João não era envolvido com nada ilícito, pelo que sabemos”, relatou.

O corpo do industriário foi velado em uma funerária no bairro Parque Dez de Novembro, na Zona Centro-Sul, e deve ser sepultado em Parintins, município de origem. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigador o caso.

Publicidade
Publicidade