Publicidade
Manaus Hoje
crimes

Instituto Médico Legal aguarda identificação em vítimas mortas entre sexta e sábado

O Instituto, situado na Zona Norte de Manaus, aguarda identificação em corpos que chegaram à sede ao longo das últimas horas 16/04/2016 às 10:16 - Atualizado em 16/04/2016 às 12:17
Show img0017333881
Sede do IML, na Zona Norte da cidade (Foto: Arquivo AC/Clóvis Miranda)
Luana Carvalho Manaus (AM)

Três pessoas mortas entre a noite de sexta-feira (15) e a madrugada deste sábado (16) ainda estão sem identificação na sede do Instituto Médico Legal (IML). Os crimes aconteceram em diversas partes da capital Manaus.

Às 20h30 da última sexta-feira (15), um homem foi encontrado morto com pelo menos dez tiros nas mãos, braços e costas, na estrada da Vivenda Verde, Zona Oeste de Manaus. Segundo informações da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a suspeita é que a vítima tenha sido executada em outro local e deixado na estrada. 

O homem tem entre 25 e 30 anos, é pardo, tem cabelo liso, uma tatuagem de uma folha de maconha no braço direito e um palhaço no peito esquerdo. Ele usava uma camisa verde, bermuda jeans e brincos na orelha. A vítima encontra-se na gaveta 12 do IML.

Homicídio no Viver Melhor 

Na Zona Norte, um homem foi morto por uma arma branca na rua Jamandi do Conjunto Residencial Viver Melhor 2, no bairro Santa Etelvina.  

A vítima aparenta ter entre 30 e 35 anos, pardo, cabelo ondulado e curto, tem aproximadamente 1,80 metros e possui um dragão tatuado que vai do braço esquerdo ao peito.

Removido do Joventina Dias

Um outro homem não identificado foi removido do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, na Compensa, Zona Oeste, por volta de meia noite deste sábado. 

O cadáver aparenta ter entre 40 a 45 anos, cor parda, olhos pretos e cabelos encaracolados. A suspeita é que ele tenha morrido de overdose. 

Publicidade
Publicidade