Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020
FLAGRANTE

Integrante da FDN é preso com drogas e munições de uso da polícia no Novo Israel

Segundo a polícia, jovem era responsável por guardar munições e drogas para a facção criminosa. Suspeito foi conduzido ao 18º DIP e deve responder por tráfico e porte de munição



homem_111s.JPG Jovem foi preso em flagrante com drogas e munições (Foto: Divulgação)
01/02/2017 às 17:47

Um homem identificado como Michel Patrick Nascimento de Souza, de 20 anos, foi preso em flagrante dentro de uma casa no bairro Novo Israel, na manhã de terça-feira (31) com drogas e 50 munições calibre 9 mm, de uso restrito das polícias Civil, Militar e Federal. Segundo a polícia, o suspeito seria integrante da facção Família do Norte (FDN).

A prisão foi efetuada por policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop). De acordo com informações da Seaop, o suspeito é integrante da FDN e era responsável por guardar munições e drogas para a facção criminosa.



Na tarde de terça-feira, policiais civis da secretaria ainda tentaram apreender armas da facção, mas sem sucesso. Michel teria informado um endereço aos policiais, mas nada foi encontrado.

Segundo policiais da Seaop, com o suspeito foram encontradas 308 pedras de oxi, além de duas pedras grandes da mesma droga, uma caixa de munição de pistola, uma balança de precisão e dois aparelhos celulares. Em depoimento, Michel afirmou que apenas guardava entorpecentes e munições em sua residência, situada na rua São Zeferino, Novo Israel.

Ainda segundo a polícia, Michel não tinha passagens pela Polícia Civil. Na tarde de ontem, ele foi conduzido para o 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Novo Israel, onde deve responder pelos crimes de tráfico de drogas e porte de munição. Após os procedimentos, ele deve ser encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.