Irmãos detidos

Irmãos são presos suspeitos de latrocínio após sequência de roubos em Manaus

Os crimes aconteceram em outubro do ano passado

Filipe Távora
12/05/2021 às 13:46.
Atualizado em 09/03/2022 às 07:27

(Delegado Dênis Pinho deu detalhes sobre as prisões. Foto: Junio Matos)

Os irmãos Denilson Dácio dos Santos, 19, e Gustavo Dácio dos Santos, 20, foram presos suspeitos de cometerem os crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) tentado e consumado. As prisões ocorreram na terça-feira (11). A ação criminosa aconteceu após realização de uma sequência de roubos, conforme delegado de polícia.

Segundo a Polícia Civil do Amazonas (PCAM), Denilson e Gustavo cometeram os crimes no dia 26 de outubro de 2020, no bairro Cidade de Deus, na Zona Norte de Manaus.

O delegado Denis Pinho, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) afirmou que Gustavo e Denilson estavam praticando uma sequência de roubos no dia 26. “Em um deles, eles invadiram uma residência, querendo roubar uma motocicleta. No decorrer do roubo, descobriram que a vítima era um vigilante”, disse.

Os irmãos vasculharam a casa à procura de uma arma de fogo. Após não conseguirem localizar o objeto, os dois saíram da residência e se depararam com várias pessoas na rua. Os dois efetuaram disparos e atingiram uma mulher na perna. Ela sobreviveu.

Ainda conforme a autoridade policial, o segundo caso de latrocínio ocorreu em um bar. Os irmãos anunciaram assalto e ao entrarem no estabelecimento e dominarem os presentes, tentaram roubar o celular de uma das vítimas. A pessoa correu e ao retornar à presença da dupla, entrou em luta corporal com eles e foi atingido com um tiro no tórax. A vítima morreu.

Terceira prisão

Durante a ação, as equipes policiais também prenderam Bruno Wanisete dos Santos Bezerra, 34, em cumprimento a mandado de prisão em razão de sentença condenatória por latrocínio consumado ocorrido em 2008, na cidade de João Pessoa, na Paraíba.

De acordo com a PCAM, Bruno foi preso na rua Gurjaú, situada no bairro Amazonino Mendes, na Zona Norte da cidade. Ele estava sendo investigado pela DERFD por um latrocínio praticado em Manaus. Ainda conforme a polícia, havia uma ordem judicial em nome de Bruno, também pelo crime de latrocínio, cometido no estado da Paraíba.

Denilson, Gustavo e Bruno serão levados à Central de Recebimento e Triagem (CRT)), onde ficarão à disposição da Justiça.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por