Publicidade
Manaus Hoje
HOMICÍDIO

Irmãos suspeitos de matar e esquartejar grávida são presos em Manaus

Crime aconteceu em janeiro deste ano. Segundo a polícia, a vítima era usuária de drogas e foi morta ao ir a uma “boca de fumo” “rival” 28/06/2018 às 13:59 - Atualizado em 28/06/2018 às 14:17
Show 81dd0c15 e159 4c54 bda2 971d469b9990
Foto: Jander Robson
Larissa Golvin Manaus (AM)

Os irmãos Selma Souza da Silva, 27, a “Selminha”, e Raimundo Nonato Souza da Silva, 22 anos, o “Moca”, foram presos pela Polícia Civil do Amazonas suspeitos de matarem e esquartejarem a grávida Ana Cristina da Silva Costa, que tinha 26 anos quando foi assassinada no dia 14 janeiro deste ano, no bairro Alvorada 3, na Zona Centro-Oeste da capital.

Segundo a polícia, Ana Cristina era usuária de entorpecentes e foi morta depois de ir até uma “boca de fumo” no Alvorada, a mando de um traficante identificado como “Safadinho”, para comprar drogas e para levantar informações de traficante rival dele. Selma e Raimundo ficaram sabendo da situação e esperaram Ana chegar ao local para ter certeza de que a ela seria uma “olheira”.

Quando a Ana chegou, foi recebida por cinco membros de um grupo da “boca de fumo” e agredida com pancadas na cabeça e duas facadas no braço. Selma e um adolescente vigiavam a entrada do local. Raimundo, junto com os outros suspeitos, esquartejaram a mulher e colocaram os restos mortais dela em um saco plástico, que foi jogado nas proximidades da área do tráfico de “Safadinho”.

Raimundo e Selma irão responder por homicídio qualificado e estão com mandado de prisão temporária cumprido na sede a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). O delegado Jeff David Mac Donald, titular da DEHS, disse que já pediu da Justiça o convertimento da prisão deles em preventiva.

Publicidade
Publicidade