Publicidade
Manaus Hoje
POLÍCIA

Jovem de 19 anos é morto com 30 facadas e mulher é encontrada com cordas no pescoço

Cadáveres foram deixados no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus, e na comunidade da União, Zona Centro-Sul 12/08/2018 às 15:13
Show morto 1534101075
Foto: Reprodução
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Dois cadáveres foram 'desovados' na noite de sábado (11), em Manaus, sendo um deles de uma mulher e outro de um homem. As ocorrências ocorreram em bairros distintos da cidade. O primeiro registro ocorreu por volta das 19h, quando o corpo de Lucineia dos Santos Dias, de 41 anos, foi achado na rua Pires de Carvalho, próximo a ponte da comunidade União, no bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul. 
 
De acordo com o registro da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a mulher foi encontrada por moradores e estava com duas cordas em volta do pescoço. Segundo peritos do Departamento de Polícia Técnico Científico (DPTC), possivelmente a vítima foi assassinada por estrangulamento. Policiais militares da 23ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) fizeram o isolamento e posteriormente o corpo foi removido para o Instituto Médico Legal.
 
A reportagem foi ao local do crime considerado área vermelha do tráfico de drogas. A região é denominada por traficantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV). Nenhum morador da área quis falar sobre o caso por medo de represálias.

O caso será investigado pela DEHS, mas até a publicação desta matéria os policiais não tinham pistas sobre os autores ou motivação. A única informação que os investigadores possuíam era de que um carro preto havia desovado o corpo e que possivelmente Lucineia tenha sido assassinada em outro local.

Morto com 30 facadas

O outro caso foi de Elias Prado Batista, de 19 anos. O corpo dele foi achado por volta das 20h30, na rua D, comunidade Santa Inês, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da cidade. Ele foi atingido por pelo menos 30 golpes de faca. Segundo policiais da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), um carro de modelo não identificado foi visto entrando na rua por volta do horário citado, porém, nenhum morador ou comerciante da área olhou para ver do que se tratava.
 
De acordo com os policiais, o homem estava enrolado em um saco grande de plástico. Peritos do DPTC analisaram o corpo e constataram pelo menos sete facadas no pescoço. As outras foram nas mãos, tórax, abdômen, braços e pernas. A autoria e motivação ainda são desconhecidas pela Polícia Civil que também deve iniciar as investigações a partir desta segunda-feira. A vítima trajava apenas uma calça jeans.

Publicidade
Publicidade