Publicidade
Manaus Hoje
Tráfico

Apontado como líder da facção criminosa PCC, 'Anjinho' e comparsa são presos em Manaus

Felipe Ribeiro Batista, o "Anjinho", e o seu soldado Dinei Vieira Barbosa foram presos por policiais da DRCO. Segundo a Polícia Civil, "Anjinho" tem pelo menos dez homicídios na conta 11/04/2016 às 11:27 - Atualizado em 11/04/2016 às 11:41
Show anjinho
Na foto, Anjinho (de camisa branca) e Dinei Vieira Barbosa (foto: Joana Queiroz)
Joana Queiroz Manaus (AM)

Policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) prenderam Felipe Ribeiro Batista, também conhecido como "Anjinho", de 27 anos - apontado como um dos líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) em Manaus -,e Dinei Vieira Barbosa, de 35, que seria um dos seus "soldados".

De acordo com o titular do DRCO Rafael Allemand, Anjinho é suspeito de ser o autor de pelo menos dez homicídios e Manaus. Ele já foi preso várias vezes e consegue liberdade por apresentar um atestado de que é portador de problemas mentais.

Dessa vez Anjinho foi preso por ter assassinado Antônio Nilson Freitas, o "Seninha", 32, no sábado (9). A vítima era integrante da facção criminosa Família do Norte (FDN).

Os suspeitos foram indiciados pelos crimes de homicídio qualificado, receptação, tráfico de droga, associação para o tráfico e porte de arma de uso restrito.

Publicidade
Publicidade