Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020
PRESO EM FORTALEZA

Líder de organização criminosa foragido do AM é preso no Ceará

Fábio Barbosa de Sousa, conhecido como 'Fábio da Feira', foi preso durante operações da operação 'Solimões Sem Fronteiras 2'. Ele teria fugido de Manacapuru há 20 dias



ab9768fd-cebe-44fd-a9b0-a016f77ad4e7_367C0FCA-8106-4E53-8FD5-D39E7FF22DD8.jpg Foto: Junio Matos
29/09/2020 às 14:51

O amazonense Fábio Barbosa de Souza, conhecido como Fábio da Feira, apontado pela polícia como um dos líderes de uma organização criminosa, foi preso no município de Fortaleza, no Ceará, na manhã desta terça-feira (29), durante a operação Solimões Sem Fronteiras 2.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o suspeito havia fugido, de Manacapuru, ao Ceará, há 20 dias. Segundo a delegada-geral de Polícia Civil (PC), Emília Ferraz, a organização criminosa comandada pelo homem era dividida em cinco sub-grupos que atuavam no município de Manacapuru. 



“Ele era o link entre esses grupos menores e uma organização criminosa maior. Ele os municiava com drogas”, disse Ferraz. 

O homem tinha o perfil criminoso de distribuidor dos entorpecentes. Ele os levava a Manacapuru e os repassava a grupos menores de traficantes, ainda conforme a delegada-geral. 

“Ele tinha passagem pela polícia e é classificado como de periculosidade média-alta, por isso a nossa polícia foi buscá-lo em outro estado”, afirmou. 

Operação Solimões Sem Fronteiras 

A operação Solimões Sem Fronteiras 2, focada no combate ao tráfico de drogas, ocorreu em seis cidades do Amazonas e em Fortaleza, no Ceará. 

O secretário de segurança pública, coronel Lousimar Bonates, afirmou, que, durante a ação, foram apreendidos R$ 48 mil, cinco armas de fogo e dois veículos. 

Dentre os presos, dois eram homicidas que mataram Francisco Célio, 31,  em um bar situado no Centro do município de Manacapuru, com três tiros efetuados contra a cabeça da vítima. O crime ocorreu no último sábado (21). 

Pelo menos 300 policiais militares e civis participaram da operação, cumprindo mandados de prisão, busca e apreensão. 

Trinta e sete pessoas foram presas, três em flagrante. Do total, seis mandados de prisão foram cumpridos dentro do sistema prisional do Amazonas. 

As prisões ocorreram em Manacapuru, Manaus, Anamã, Tefé, Cacau Pirêra, Iranduba e Caapiranga.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.