Quarta-feira, 21 de Abril de 2021
APREENSÃO

Maconha escondida em piscina de plástico é apreendida nos Correios, em Manaus

Operação da Receita Federal descobriu 5,5 kg de maconha ‘skunk’ dentro da embalagem. O material seria enviado de Manaus para o Rio de Janeiro



47442dd8-1457-427c-b90d-7a24c2ca44db_023B354F-4564-411E-8954-E3DF0835771F.jpg Foto: Divulgação
07/04/2021 às 12:13

A criatividade dos traficantes de droga para enviar os seus produtos de um lugar para o outro não tem limite. Nem sempre os criminosos obtêm seus objetivos, porém não param de inovar na forma de traficar entorpecentes.

Ontem (6), o Serviço de Vigilância e Repressão ao Combate ao Contrabando e Descaminho da Alfândega do Porto de Manaus (SEREP) apreendeu no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos Correios 5,5 quilos de skunk que estavam sendo enviados de Manaus para o Rio de Janeiro.



A droga foi escondida em uma piscina de plástico que se encontrava acondicionada numa caixa de papelão cuidadosamente embalada para envio por meio dos Correios. A existência da droga foi descoberta pelo cão Odin da Receita Federal.

Conforme informações do SEREP durante o mês de março foram realizadas 19 operações de combate ao contrabando e descaminho na cidade de Manaus nos portos, aeroporto e Correios, que resultaram na apreensão de drogas ilícitas e mercadorias desacompanhadas dos devidos documentos fiscais.

Nos Correios foram apreendidas 57 encomendas contendo 575ml de canabidiol, 11 encomendas com cocaína, 39 gramas de cogumelo, duas encomendas com 351 comprimidos de ecstasy, 186g de haxixe.

Foram apreendidas encomendas com maconha, pasta base de cocaína, sementes de maconha8,15 quilos de skunk divididos em 30 encomendas.

Das maneiras inusitadas de se tentar camuflar as drogas em encomendas a Receita Federal se deparou com drogas escondidas em boneca e bombas de ar, mas que foram localizadas com a atuação do agente canino Deco da Equipe K9 da Receita Federal em Manaus.

Além das drogas ilícitas o SEREP, durante suas atividades de combate ao contrabando e descaminho, também apreendeu R$ 5 milhões em mercadorias que no momento das operações estavam sem a devida documentação fiscal. Foram apreendidos poliestireno, vaporizadores descartáveis, cigarros eletrônicos, charutos, cigarros de Palha, máquinas de enrolar cigarro e outros produtos.

A Receita Federal do Brasil destaca que permanece, mesmo durante a pandemia de Covid-19, realizando normalmente suas ações de combate ao contrabando e descaminho na cidade de Manaus.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.