Publicidade
Manaus Hoje
BRUTALIDADE

Mandante da morte de PM Portilho, ‘Filé’ será apresentado nesta terça (27) na DEHS

Bruno Medeiros Mota, o “Filé”, é apontado como principal envolvido na morte do policial que foi agredido e esfaqueado pelo menos 13 vezes antes de ser enterrado 26/06/2017 às 19:22
Show fil
‘Filé’ foi preso na manhã do último sábado, no município de Caracaraí, em Roraima. Foto: Reprodução/Internet
acritica.com Manaus (AM)

Apontando como principal envolvido na execução do soldado da Polícia Militar Paulo Sérgio da Silva Portilho, Bruno Medeiros Mota, conhecido como “Filé”, será apresentado à imprensa na manhã desta terça-feira (26), às 10h, na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Bruno foi preso na manhã do último sábado (24) durante uma ação conjunta entre as polícias do Amazonas e de Roraima. Segundo o titular da DEHS, Juan Valério, Bruno foi capturado no município de Caracaraí, em Roraima. Até então ele era considerado foragido.

A ação integrada entre as polícias contou com a participação de investigadores da DEHS do Amazonas e da Divisão de Inteligência e Captura (Dicap) de Roraima.

O soldado Portilho foi agredido e esfaqueado pelo menos 13 vezes antes de ser enterrado em uma cova na invasão Buritizal Verde, na periferia de Manaus, no dia 26 de maio deste ano. Segundo a Polícia Civil, 15 pessoas participaram do crime e até agora 12 foram capturados, restando três foragidos. Permanecem foragidos William Paiva, o “Sorriso”, Fabiano Barbosa de Souza, o “Índio”, e um homem identificado apenas como “Gigante”.

Publicidade
Publicidade