Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
queria estar fashion

Marcelaine recua e será julgada com a farda amarela de presidiária

Devido ao número de réus, testemunhas, advogados e o corpo de jurados, foram reservadas vagas em hotéis, refeições, carros com motoristas e até reforço na segurança do tribunal



IMG0017292337.JPG Foto: Antônio Lima / Arquivo AC
30/05/2016 às 22:26

A pedido da socialite Marcelaine dos Santos Schumann, que é acusada de tentativa de homicídio da estudante de Direito Denise Almeida da Silva, 36, as advogadas de defesa solicitaram, na última quarta-feira (25), a exclusão da petição em que ela pedia para usar as próprias roupas no dia do julgamento, que ocorrerá quarta-feira (1º). Na ocasião, Marcelaine afirmou que não queria usar perante o juiz a roupa amarela, que é usada por detentos do Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF).

A defesa da socialite havia pedido no dia 21 de maio, junto à Vara de Execuções Penais que Marcelaine pudesse comparecer ao julgamento sem a farda utilizada no sistema prisional. A defesa alegou que, caso ela compareça ao Júri com roupa de presidiária, pode influenciar na decisão que será tomada no final do julgamento pelos jurados. Por isso, o documento solicita que Marcelaine compareça ao Tribunal, trajando roupas civis



Devido ao número de réus, testemunhas, advogados e o corpo de jurados, foram reservadas vagas em hotéis, refeições, carros com motoristas e até reforço na segurança do tribunal.

Além de Marcelaine, Charles Mac Donald’s Castelo Branco; Rafael Leal dos Santos, o “Salsicha”; e Karen Arevelo  também devem ser julgados pelo crime de homicídio tentado, contra Denise Almeida. Marcelaine é suspeita de ter contratado pistoleiros para executar ou deixar aleijada a rival. Denise foi atingida com um tiro de arma de fogo quando saía de carro no estacionamento de uma academia, no Centro, no dia 12 de novembro de 2014.


Mais de Acritica.com

22 Fev
EUZIVALDO_QUEIROZ_1_35B33169-9F94-47FC-A952-4C8DDB6AC152.JPG

Igreja faz ações para duas comunidades na Zona Norte

22/02/2020 às 11:54

A Igreja de Deus Pentecostal do Brasil (IDPB) Filadélfia vai desenvolver ações sociais na rua Roxana Bonessi, Monte das Oliveiras, Zona Norte, e na rua Jacutinga, comunidade Águas Claras, Zona Norte. Aos comunitários serão oferecidos serviços de estética e saúde


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.