Publicidade
Manaus Hoje
ROUBOS

Membro de bando especializado em assaltos é preso com celulares roubados e R$ 5 mil

Na casa de Sadraque Lari os policiais ainda encontraram uma motocicleta usada para praticar os crimes. Segundo a polícia, o grupo dele era de alta periculosidade 11/09/2018 às 15:03 - Atualizado em 11/09/2018 às 15:05
Show oi 74eba245 1fd7 48ec 9179 73cdb26e271d
Foto: Divulgação
acritica.com

A Polícia Civil do Amazonas cumpriu na manhã dessa segunda-feira (10) um mandado de prisão temporária por roubo majorado e associação criminosa em nome de Sadraque de Souza Larai, 28. O homem, segundo a polícia, faz parte de um grupo criminoso que cometia roubos no município, distante 363 quilômetros em linha reta da capital.

Segundo o delegado José Afonso Barradas, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari, a equipe de investigação da unidade policial cumpriu, ainda, um mandado de busca e apreensão na casa onde Sadraque morava. No local, os policiais civis encontraram cerca de R$ 5 mil em espécie, seis aparelhos celulares subtraídos em roubos e uma motocicleta da marca Honda, de cor preta utilizada para praticar os crimes.

“Estávamos investigando esse elemento desde o dia 14 de agosto deste ano, quando recebemos informações de um roubo ocorrido em um comércio em Coari. Após analisarmos as imagens das câmeras de segurança do local, identificamos os três infratores que participaram do crime. Sendo estes Sadraque, Vladimir da Costa Barbosa, 28, que já foi preso por policiais militares de Coari, e Francisco Atison Silva Veras, 18, morto no dia 2 de setembro deste ano” declarou Barradas.

O titular da DIP de Coari ressaltou que o grupo era de alta periculosidade e costumava realizar diversos roubos no município. Os mandados de prisão temporária e busca e apreensão foram expedidos no dia 8 de setembro deste ano pelo juiz André Luiz Muquy, da 2ª Vara da Comarca de Coari. José Afonso Barradas destacou que os aparelhos celulares recuperados serão entregues aos devidos proprietários.

Sadraque acabou indiciado por roubo majorado e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, o infrator será levado para a Unidade Prisional de Coari (UPC), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade