Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
POLÍCIA

Membro de organização criminosa morre e oito são presos durante operação em Lábrea

Grupo comanda o tráfico de drogas no município e é suspeito de planejar atentados contra órgãos públicos ocorridos na última semana



WhatsApp_Image_2019-02-14_at_14.19.48_BCDE1142-FFFB-4626-8E47-72D665DC6AAF.jpeg Foto: Divulgação
14/02/2019 às 19:53

Um membro de uma facção criminosa morreu após confronto com policiais durante uma operação da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas em Lábrea (a 865 km de Manaus), nesta quinta-feira (14). Oito pessoas foram presas, há três foragidos e cinco menores de idade foram apreendidos, suspeitos de integrar uma organização criminosa que comanda o tráfico de drogas no município e que planejou atentados contra órgãos públicos na cidade, na semana passada.

Uma ambulância, um carro funerário e materiais de uma Unidade Básica de Saúde de Lábrea (distante 853 km de Manaus), foram incendiados por criminosos na madrugada da última sexta-feira (8).

Na tarde desta quinta-feira, os policiais prenderam Mizael de Souza Paulino, 18, vulgo “Mano Xu”. Com a detenção dele, continuam foragidos Leandro Marques, “Fei” e “Duca”. Ao todo, foram cumpridos 19 mandados de prisão preventiva e temporária.

A operação foi determinada pelo secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, e envolveu o Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) da Polícia Civil, policiais do Comando de Operações Especiais (COE), Força Tática, Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) e Batalhão Ambiental, além dos servidores da Delegacia de Lábrea.

"Nós desencadeamos a Operação e cumprimos mandados. Cinco adolescentes foram conduzidos à Delegacia porque eram alvos de prisão temporária e vamos pedir a busca e apreensão deles. Essas pessoas serão indiciadas por organização criminosa, dano qualificado a bens públicos, incêndio majorado e corrupção de menores por utilizarem menores para produção dos crimes", disse o delegado Juan Valério.

Guerra contra o tráfico

"Após o envio das tropas do Grupo Fera e de policiais militares de Manaus, começamos a sufocar o tráfico nas ruas e combater outros ilícitos", disse Juan Valério.

De acordo com o delegado, entre os alvos da operação estão os irmãos Leandro Marques, que está foragido, e Leonardo Marques, que já estava preso na carceragem da Polícia Civil no município. Eles são acusados de comandar uma organização criminosa em Lábrea.

"Nossas ações começaram a incomodar e eles deram ordem para os três representantes, os braços direitos que estavam nas ruas, para recrutar pessoas para cometer atentados na cidade visando fazer algum tipo de pressão nas forças policiais", disse o delegado do Grupo Fera.

Após a prisão dos envolvidos na organização criminosa, o delegado informou que serão distribuídas imagens dos foragidos para que a população denuncie via 181, o Disque-Denúncia da SSP-AM, a localização dos membros da organização. 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.