Publicidade
Manaus Hoje
Em Coari

Menor é apreendido e adulto é procurado por tentativas de homicídio em Coari

Segundo a polícia, as vítimas se fingiram de mortas após serem atingidas pelos disparos de arma de fogo. O procurado é Francisco Jhonathan Montalvão Ferreira, 21, “Bola”, na foto 22/07/2016 às 14:53
Show pc
Francisco Jhonathan Montalvão Ferreira, 21, “Bola”, é procurado pela polícia (Divulgação)
acritica.com

A Polícia Civil do Amazonas apreendeu um adolescente de 17 anos e está à procura de um adulto por envolvimento em duas tentativas de homicídio no município de Coari, distante 363 quilômetros em linha reta da capital. O menor foi apreendido na manhã de ontem, quinta-feira (21), em ação comandada pelo delegado Mauro Duarte. 

No total, três pessoas estão sendo investigadas nos crimes: o adolescente e dois adultos. De acordo com o delegado Mauro Duarte, as vítimas reconhecerem o adolescente como o autor de disparos de arma de fogo. O menor foi apreendido na casa onde morava, na rua da Paz, bairro Santa Helena.

“O adolescente e mais duas pessoas estão sendo investigadas por envolvimento em tentativas de homicídio. Eles atingiram duas vítimas, de 43 e 20 anos, com disparos de arma de fogo. Uma delas foi alvejada quatro vezes e a outra duas. O fato ocorreu no dia 10 de julho deste ano, por volta das 11h, em um bar situado na rua 6, bairro União, em Coari. Na ocasião, as vítimas, já alvejadas, fingiram estar mortas”, explicou Duarte.

O delegado do DIP de Coari informou que já representou mandado de prisão preventiva em nome de Francisco Jhonathan Montalvão Ferreira, 21, conhecido como “Bola”, também envolvido no crime. O documento foi expedido no dia 15 de julho deste ano. 

“Um dia após o delito Francisco foi procurado pela nossa equipe e por policiais militares que atuam em Coari. Na ocasião, o jovem conseguiu empreender fuga, pulando muros. Qualquer informação que nos leve ao paradeiro do infrator deve ser repassada aos números: (97) 3561-3815, 3561-3124 ou 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas”, ressaltou o delegado.  

Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da unidade policial, o adolescente irá permanecer apreendido no local, aguardando decisão do Ministério Público.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade