Sábado, 04 de Abril de 2020
desabafo

'Meu sentimento é de desolação', diz pastor após assalto em igreja de Manaus

Raysson de Souza Nascimento e fiéis foram vítimas de assalto durante um culto na noite do último domingo (2). Polícia procura por criminosos



84080737_2857769817600135_639944303128346624_n_C5A02B79-C82B-4563-838A-4CA1EE2F1A62.jpg Pastor Raysson de Souza Nascimento. Foto: Jair Araújo
03/02/2020 às 14:17

“O meu sentimento é de desolação, mas nós não vamos desistir dos trabalhos da igreja”. A declaração é do pastor Raysson de Souza Nascimento, 30, que foi vítima de um assalto na noite do último domingo (2), enquanto pregava em uma igreja, situada na rua 18, do bairro São José 3, na Zona Leste da capital. Polícia tenta identificar criminosos.

O homem registrou um Boletim de Ocorrência no 9° Distrito Integrado de Polícia (DIP), na tarde desta segunda-feira (3). 



Nascimento informou à reportagem que os dois assaltantes ordenaram que ele desligasse o microfone, no momento do assalto. “Eu pedi para que eles não fizessem aquilo, pelo amor de Deus, mas um dos assaltantes mandou que eu ficasse tranquilo e disse que tudo aconteceria rápido”, disse. 

O pastor afirmou que pretende dar continuidade às atividades da igreja, mesmo depois do ocorrido. “Nossa missão é realmente essa, a de ajudar essas pessoas, que, infelizmente, encontram-se no meio do crime. Continuaremos a realizar nossos trabalhos de auxílio espiritual e social”, afirmou. 

Segundo o delegado Pablo Geovanni, do 9° Distrito Integrado de Polícia (DIP), um homem foi preso no distrito integrado, suspeito de ser um dos assaltantes que realizaram o crime. Geovanni informou que o 9° DIP investigará o suspeito para confirmar se de fato teve participação no assalto. Caso as vítimas confirmem seu envolvimento, ele será autuado em flagrante e encaminhado à audiência de custódia no Fórum Henoch Reis, localizado na Zona Sul de Manaus. 

Momento do assalto 

Segundo o delegado, os dois criminosos se fingiram de fiéis ao entrarem na igreja. Um deles estava armado com uma arma de provável fabricação caseira. “Eles chegaram a assistir um trecho do culto antes de anunciarem o assalto”, disse.

Ao iniciarem o crime, um dos assaltantes exigiu que um dos fiéis presentes no local recolhesse os pertences dos demais presentes e os pusessem em uma bolsa. 

“Eles fizeram isso em decorrência da quantidade de pessoas que havia no local. Durante todo o momento que o fiel era forçado a recolher os objetos, um dos criminosos ameaçava as vítimas, apontando a arma”, afirmou o delegado.  

Após finalizarem o roubo dos pertences, a dupla saiu da igreja e roubou um carro estacionado na rua onde realizaram o crime. “O veículo já foi recuperado pela nossa equipe de investigação”, relatou Giovanni. 

Ainda não foi possível constatar o número exato de celulares e objetos roubados. A Polícia Civil (PC) dará continuidade às investigações. “O que tudo leva a crer é que foram levados 25 aparelhos”, informou o delegado. 

Qualquer informação sobre o paradeiro do assaltante, que permanece foragido, pode ser relatada à polícia por meio do número (92) 99450-9140, com sigilo garantido.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.