Publicidade
Manaus Hoje
CHACINA

Moradores relembram noite de terror durante a chacina no CSU da Compensa

Cerca de dez homens chegaram ao local encapuzados e atiraram aleatoriamente, atingido vários que estavam no campo de futebol. Seis morreram e nove ficaram feridos 13/12/2017 às 14:16
Show f5483563 0c51 4902 90e4 8da2b706435e
Foto: Jander Robson
Dani Brito Manaus (AM)

O campo de futebol do Centro Social Urbano (CSU) da Compensa, na Zona Oeste de Manaus, foi ponto de visita de diversos moradores na manhã desta quarta-feira (13), um dia após a chacina que matou seis pessoas e deixou outros nove feridos na noite de ontem, no local. Alguns relembraram a noite de terror durante o tiroteio.

Ao redor do campo, marcas de sangue e dos tiros de fuzil 556 deixavam o clima pesado. “Eu trabalho e moro aqui perto, e quando ouvi os tiros ontem não fazia noção do que estava acontecendo. Depois começou a correria e muitos gritos”, disse um aposentado de 56 anos, que preferiu não se identificar.


Foto: Jander Robson

Segundo testemunhas, cerca de dez homens chegaram ao local encapuzados e dentro de veículos picapes. Eles saíram dos automóveis e começaram a atirar aleatoriamente, atingido vários que estavam no campo, incluindo jogadores de times de futebol do bairro. Algumas das vítimas morreram no local e outras ainda chegaram a ser socorridas, mas acabaram morrendo em unidades hospitalares da cidade.

A Polícia Civil localizou ainda na noite de ontem três veículos usados pelos atiradores na chacina. Os automóveis estavam abandonados nos bairros Lírio do Vale, na Zona Oeste, e Colônia Santo Antônio, Zona Norte. “Já identificamos o proprietário deste veículo e agora iremos procurá-lo para saber se existe ligação entre o proprietário e o crime, ou se o mesmo foi apenas utilizado, sem o conhecimento do dono”, disse Juan Valério.

Publicidade
Publicidade