Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
BEBÊ MORTO

Morre bebê atingido por tiro na barriga da mãe em Manaus; grávida sobreviveu

A mãe foi baleada por dois homens armados que invadiram a casa dela no Petrópolis. A irmã dela foi baleada e morreu



98.jpg Na ordem, Aline Costa da Silva e Cristiane Costa da Silva (Foto: Divulgação)
20/09/2017 às 13:02

Um bebê de 5 meses de gestação morreu ontem (19) após ser atingido por tiro dentro da barriga da mãe, em Manaus. A grávida, identificada como Cristiane Costa da Silva, 21, sobreviveu. Ela foi baleada por dois homens armados que invadiram a residência dela no bairro Petrópolis, Zona Sul. A irmã dela, Aline Costa da Silva, 18, também foi baleada e morreu. Outro irmão de Cristiane, identificado como Carlos Cesar Costa da Silva, estava na casa, mas não foi ferido.

Após ser atingida por disparos nas costas e na perna, Cristiane foi levada ao Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto. Ao chegar lá, os médicos verificaram que um dos projéteis havia perfurado o útero da mulher, o que ocasionou no óbito do bebê. Em nota, a diretoria do hospital informou que diante do quadro clínico de Cristiane, foi necessário ser feita uma cirurgia para retirar a criança, sem vida, da barriga da vítima. O estado de saúde da mãe é considerado estável.

Irmã morta a tiros

Tanto Cristiane quanto a irmã, Aline, foram baleadas por dois homens armados que invadiram a casa delas na noite da última segunda-feira (18). Aline foi alvejada com três tiros que atingiram as nádegas, as costas e a cabeça dela, e morreu no local. O irmão, Carlos Cesar, não foi atingido. Tudo aconteceu por volta das 21h na residência localizada no beco Carpinteiro Perez, no Petrópolis.

Segundo a polícia, os dois infratores chegaram ao local usando capacetes na cabeça e ordenaram que todos deitassem de bruços no chão. Em seguida, atiraram. O crime ainda foi testemunhado por três crianças, uma de 2 anos, outra de 3 anos e outra de 5 anos, que são filhos das irmãs Cristiane e Aline e estavam no local. Em seguida a dupla fugiu.

Vizinhos das vítimas disseram que as irmãs eram envolvidas com o tráfico de drogas no local. Eles informaram ainda que recentemente um ex-namorado de Aline teria feito ameaças de morte a ela. A informação foi confirmada pela Polícia Civil. “Ela mexia com esse pessoal do tráfico, mas estamos suspeitando que a morte dela foi encomendada por esse ex dela. As crianças ficaram muito assustadas e foram acolhidas pelos vizinhos. Foi uma correria e todos aqui ficaram muito assustados”, disse uma moradora de 36 anos que preferiu não ter o nome revelado.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.