Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020
NO 28 DE AGOSTO

Morre jovem baleado durante invasão à delegacia em Fonte Boa

Geuly Cavalcante, 21, foi baleado durante invasão na sede do 55º Distrito Integrado de Polícia na última sexta-feira (17) durante linchamento de preso suspeito de estupro



morto-fonte-boa_00187216_0_202001221840_B9D8B725-B46D-44D1-A6AA-EDD6B1D3DAA6.jpg Foto: Divulgação
23/01/2020 às 09:52

Geuly Cavalcante, de 21 anos, morreu na quarta-feira (22) no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, em Manaus. Ele foi baleado durante invasão na sede do 55º Distrito Integrado de Polícia na última sexta-feira (17), no município de Fonte Boa, distante 676 quilômetros da capital.

Após ser baleado, Geuly foi atendido no hospital de Fonte Boa, mas acabou sendo transferido para a unidade hospitalar de Manaus onde passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito por volta das 10h35. A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) afirma que o corpo do jovem foi encaminhado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML).

Na sexta-feira (17) uma multidão invadiu a sede policial de Fonte Boa e arrastou o preso Ronald Gomes Borges, 28 anos, para fora da cela. Em seguida, ele foi esquartejado e incendiado por populares. Ronald havia sido preso por suspeita de estuprar e matar Elcleciane Nascimento Duarte, de 10 anos de idade. 

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) repudiou a atitude de parte da população do município de 12 mil habitantes. No sábado (18), a SSP-AM determinou o envio de reforço policial e aumentou o efetivo de delegados para identificar os suspeitos de linchamento.

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) também investiga os autores do linchamento do preso, do vandalismo realizado contra a sede policial e também os responsáveis pela morte de Geuly Cavalcante.

Leia mais >>> Para especialistas, linchamento público é vingança mascarada de Justiça



Repórter

Mais de Acritica.com

20 Fev
WhatsApp_Image_2020-02-20_at_10.28.33_4AA06F86-13D9-4DFA-B021-B55C4DB3CD24.jpeg

Empreendedores aderem ao 'Food Bike’ para driblar a crise financeira

20/02/2020 às 10:38

“Tínhamos outro negócio, encomendávamos doces, e as pessoas de última hora, nos deixavam na mão, foi aí que comecei a aprender a fazer doces, brigadeiros, e como o investimento em bike food é relativamente barato, preferimos este modelo a uma loja física”, explica Sátya Ardaia


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.