Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
INTERIOR

Mototaxista desvia caminho e estupra passageira de 15 anos em Manacapuru

A mãe da vítima solicitou que o mototaxista Ernane Afonso de Queiroz levasse a filha dela até a escola. Ele foi preso horas depois, na casa onde morava, e confessou o crime



mototaxi-preso_36AA26DD-EE6C-44A1-8067-1E3F7A15270C.JPG
Foto: Divulgação
21/03/2019 às 17:01

O mototaxista Ernane Afonso de Queiroz, de 31 anos, foi preso em flagrante por, segundo a Polícia Civil do Amazonas (PCAM), estuprar uma adolescente de 15 anos. O crime aconteceu na manhã da última quarta-feira (20), por volta das 7h, no município de Manacapuru, município distante 68 quilômetros em linha reta de Manaus.

Na ocasião, a mãe da vítima solicitou que o mototaxista transportasse a filha dela até a escola. Durante o trajeto, o infrator desviou o caminho e cometeu a prática criminosa. O estupro aconteceu no loteamento Monte Cristo, comunidade Mística.

“Ernane deixou a adolescente no bairro Terra Preta, onde a vítima buscou ajuda em uma escola. O representante do Conselho Tutelar acompanhou a jovem até o hospital local. Ouvimos a adolescente e em seguida, ela foi encaminhada ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas)”, explicou Roberta Merly, titular da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Manacapuru.

A prisão do mototaxista, conforme a delegada, ocorreu no mesmo dia, horas depois, por volta das 23h. O suspeito foi localizado pelos policiais civis na casa dele, situada na Avenida Padre Rafael. “Conduzido à delegacia, Ernane confessou a autoria do estupro. O mototaxista praticou o estupro, pois, estava sob efeito de drogas”, pontuou a delegada.

Ao término dos procedimentos cabíveis na DEP de Manacapuru, o infrator ficará à disposição da Justiça, custodiado na carceragem da delegacia, que funciona como unidade prisional em Manacapuru.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.