Publicidade
Manaus Hoje
CRIME

Mototaxista é executado com tiro na cabeça no bairro Adrianópolis

Familiares do mototaxista acreditam que o rapaz foi morto por ser suspeito de algum roubo, no entanto, nenhum objeto foi encontrado com ele 09/07/2017 às 11:50 - Atualizado em 09/07/2017 às 11:52
Show mm
Velório do mototaxista morto por homem não identificado (Foto: Gilson Mello)
Dani Brito Manaus

O mototaxista Adriano da Silva Soares, 23, morreu, vítima de um tiro na cabeça na tarde de ontem (8), na rua Guilherme Paraense, no bairro Adrianópolis, zona Sul da cidade.

A princípio, a suspeita seria que o rapaz tivesse sido vítima de um "justiceiro", após ter cometido um roubo, no entanto, segundo familiares nenhum objeto roubado foi encontrado com ele.

"Meu filho foi morto com um tiro a queima roupa e nada foi encontrado com ele que pudesse indicar que ele estava roubado, nem mesmo o celular dele estava com ele. Já ligamos várias vezes é só chamava, agora de manhã já estava desligado", disse o pai da vítima, o caminhoneiro José Soares, 59.


O corpo de Adriano foi velado em uma igreja evangélica localizada no bairro Mauazinho, na zona Leste. O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Publicidade
Publicidade