Publicidade
Manaus Hoje
FEMINICÍDIO

Mulher é assassinada a facadas pelo ex-marido dentro de casa em Manaus

O suspeito, Marck Amorim, 35, está foragido. Ele tem uma extensa ficha criminal e, inclusive, já matou a primeira esposa e teria ameaçado de morte a própria mãe 12/07/2018 às 11:39 - Atualizado em 12/07/2018 às 11:41
Show c1bf299e 3bd7 4c8a b4c9 ea69cc7a207c
Foto: Jander Robson
Larissa Golvin Manaus (AM)

A dona de casa Marli Correia da Silva, de 36 anos, foi assassinada a facadas pelo ex-marido dela na noite dessa quarta-feira (11), em Manaus, na casa onde eles moravam, na rua das Pedreiras, bairro Colônia Terra Nova 3, Zona Norte. O suspeito, Marck Amorim, 35 anos, está foragido e, segundo a própria família dele, tem uma extensa ficha criminal por agressão a mulheres e, inclusive, já matou a primeira esposa dele no ano de 2000.

A família de Marli Correia contou que o casal estava separado por conta das agressões que a mulher sofria. Marck já teria saído de casa, mas ontem retornou à residência e, durante uma briga, desferiu duas facadas na vítima. Marli conseguiu pedir ajuda à sogra e, antes de morrer, contou o que o ex-marido havia feito. A dona de casa ainda foi levada para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Galiléia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta da meia-noite.

Segundo os familiares de Marck, ele já tem passagem pela polícia por homicídio e é usuário de drogas. Ainda de acordo com os irmãos dele, o homem teria ameaçado de morte até a própria mãe e tentado matar um funcionário da casa da genitora dele.

Marli deixa cinco filhos que tinha com o suspeito. A irmã da vítima contou ainda à reportagem do Portal A Crítica que, após o crime, Marck ainda levou com ele um cartão de benefício no nome de uma das filhas do casal, que possui deficiência. “O cartão dela foi levado. Estamos tentando fazer o cancelamento para que ele não consiga retirar o dinheiro da filha”, disse a irmã de Marli, dona Rozana.

A Perícia Criminal do Instituto de Criminalística esteve na casa onde a mulher foi morta a facadas. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Até a publicação desta matéria, o ex-marido suspeito do crime, Marck Amorim, 35 anos, continuava foragido. Quem souber informações sobre o paradeiro dele pode fazer denúncias anônimas ao Disque 181.

Publicidade
Publicidade