Publicidade
Manaus Hoje
CADÁVER

Jovem é encontrada decapitada em área de mata no Bairro da União, em Manaus

Segundo informações de testemunhas repassadas à Força Tática, a vítima teria sido sequestrada após sair de um culto evangélico por membros da facção Comando Vermelho 03/09/2018 às 10:02 - Atualizado em 03/09/2018 às 11:21
Show ac854712 61a7 4d76 a1ed 253aa7f0f799 723d659e 1ec0 4d35 a4d2 751c6bbc7c1d
Foto: Divulgação
Larissa Golvin Manaus (AM)

Uma jovem identificada como Brenda Geovanna Vasconcelos dos Santos, de 16 anos, foi encontrada decapitada na noite desse domingo (2), em Manaus, por volta de 23h30, em uma área de mata da rua Cristiano Otoni, na comunidade da União, conhecida como “Bairro da União”, no bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul da cidade. O corpo estava enterrado em pé e a cabeça separada em outro local.

A vítima, segundo informações de testemunhas repassadas à Força Tática, teria sido sequestrada após sair de um culto evangélico por um grupo de homens que seriam integrantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV). Conforme as testemunhas, o crime teria sido ordenado por um dos líderes da organização criminosa na área do Bairro da União conhecido apenas como “Bruno Fiel”.

A Força Tática foi até o endereço da denúncia e encontrou os suspeitos saindo da área de mata. Os homens atiraram contra os policiais, que revidaram, iniciando uma intensa troca de tiros. Dois suspeitos, identificados como Rodrigo Carlos Souza, 19, e Elinaldo Silva dos Santos, 20, foram presos. Eles confessaram que participaram do assassinato da jovem. Policiais militares da 23ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) também atuaram na ocorrência.

Conforme informações preliminares da polícia, a vítima foi assassinada porque seria “olheira” da facção Família do Norte (FDN), principal rival do Comando Vermelho. “Bruno Fiel”, que é o líder do CV no Bairro da União, teria descoberto que a adolescente atuava informante e a abordou em via pública, tomando o celular dela e dizendo que se a mesma não fosse “olheira”, não deveria sair do bairro. No entanto, a jovem saiu do local e retornou no domingo (2). Ela foi monitorada pelos suspeitos do crime antes de ser brutalmente assassinada.

“Bruno Fiel” está preso desde a tarde de sábado (1º), suspeito também de ter envolvimento no triplo homicídio ocorrido na tarde da última sexta (29) no Campo do Estrela, no bairro da Compensa.

Os dois suspeitos presos foram conduzidos ao 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o caso.

Publicidade
Publicidade