Publicidade
Manaus Hoje
ASSALTOU LOJA

'Musa da Zona Norte' é presa na Zona Leste de Manaus nesta terça-feira

Abnara Duarte Lima assaltou uma loja de eletroeletrônicos no bairro Tancredo Neves, e vendeu os produtos pela Internet 21/03/2017 às 20:21
Show musa0333
Musa foi presa nesta terça. Foto: Gilson Melo
Fábio Oliveira Manaus

Abnara Duarte Lima, de 22 anos, a “Musa da Zona Norte", foi presa na tarde desta terça-feira (21), em cumprimento a mandado de prisão pelo crime de roubo. Ela assaltou uma loja de eletroeletrônicos no bairro Tancredo Neves, Zona Leste, e vendeu os produtos pela Internet. O crime aconteceu em setembro de 2016, e ela contou com a ajuda do esposo, Maurício Moreira Gomes, 29, que está foragido, e um amigo, Marildo Batista Vieira Junior, 29, que foi preso.

De acordo com o delegado Jander Mafra, titular do 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na época do crime, Abnara entrou no estabelecimento e se passou por uma cliente. Ela pediu para que uma funcionária consertasse seu celular e, em seguida, o marido e o amigo entraram no local e anunciaram o assalto.

Segundo Mafra, Abnara foi bastante agressiva e ameaçou os funcionários da loja, que foram trancados em uma sala. Do local, o trio levou vários objetos como caixas de som, cabos USB, relógios, carregadores e muitos celulares. Estima-se que o prejuízo da loja foi de mais de R$ 7 mil.

Abnara foi presa nesta terça na rua Dallas, no bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus. No momento da prisão, ela prestava serviço numa empresa de alimentos, que fornece comida para os presídios da capital amazonense. Ela não resistiu à prisão e ainda falou para os investigadores do 13º DIP que, agora, em vez de levar comida aos presos, irá comer a refeição da empresa que fornece o serviço para a cadeia.

Investigação
De dentro da loja foram levados vários celulares e alguns deles foram vendidos pela Internet. Abnara chegou a postar alguns aparelhos em um página no Facebook denominado “Brechó Celular”. 

Na época do fato, ela também usava um Facebook com o nome Musa da Zona Norte. Segundo o policial civil Geraldo Filho, chefe de investigação do 13º DIP, por meio de vários celulares roubados foi possível chegar até a suspeita.

Abnara será conduzida para o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde deve aguardar julgamento pelo crime de roubo majorado.

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

 

Publicidade
Publicidade