Publicidade
Manaus Hoje
LATROCÍNIO

‘Tentei impedir que ele fosse baleado, mas não consegui evitar’, diz filha PM morto

O crime ocorreu no momento que o cabo retornava para casa com a filha de 16 anos. Dois homens abordaram pai e filha e após luta corporal, um deles atingiu o PM 09/03/2017 às 12:11 - Atualizado em 09/03/2017 às 12:28
Show kdjfls
(Foto: Gilson Mello)
Dani Brito Manaus (AM)

O cabo da Polícia Militar, Cledson Afonso Moura da Silva, 50, foi morto durante um assalto na noite dessa quarta-feira (8), em frente a casa onde morava, na rua Apóstolo Paulo, comunidade Jesus Me Deu, bairro Colônia Terra Nova, zona Norte da cidade.

O crime ocorreu no momento que o cabo retornava para casa com a filha de 16 anos. Dois homens abordaram pai e filha e após luta corporal, um deles atingiu a vítima.

"Meu pai era uma homem atencioso e cuidava da gente com todo carinho. Eu ainda tentei impedir que ele fosse baleado e cheguei a bater no bandido com o capacete, mas não consegui evitar o pior", desabafou a filha, que preferiu não ter o divulgado.

Um dos assaltantes também foi baleado durante a troca de tiros e morreu no local. Ele foi identificado como Alexandre Ferreira Fontinele. O cabo da PM ainda chegou a ser socorrido e levado ao Hospital e Pronto Socorro Delphina Aziz, porem, não resistiu aos ferimentos e morreu às 19h50.

O velório do policial, que era reformado há sete anos, está sendo realizado na funerária São Francisco, no bairro Cachoeirinha. O enterro será realizado às 16, no Cemitério São Francisco, no bairro Morro da Liberdade, zona Sul da cidade.

O outro assaltante conseguiu fugir do local e segue sendo procurado. O latrocínio está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD).

Publicidade
Publicidade