Publicidade
Manaus Hoje
EXPLORAÇÃO

Pai é preso por obrigar a filha de 17 anos a se prostituir com agiota, em Manaus

A vítima do crime é a mesma jovem que esfaqueou um homem num motel após uma massagem. Ela era forçada a manter relações com o agiota por vantagens em empréstimos 17/10/2018 às 13:30 - Atualizado em 17/10/2018 às 13:31
Show 60726477 ec6d 43a8 8b15 10f1745177b7 69c63938 b225 4ca4 8b62 ca621c9cbee7
Foto: Jander Robson
Márcia Monteiro Manaus (AM)

Foi preso na tarde desta terça-feira (16), em Manaus, um homem de 33 anos suspeito de crime de exploração sexual contra a própria filha dele, de 17 anos. Segundo a polícia, há cerca de seis meses o pai obrigava a jovem a se prostituir.

Conforme o delegado Torquato Mozer, titular do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), o homem fazia com que a filha tivesse relações sexuais com o agiota Rildimar Maranhão Mota, de 44 anos, em troca de vantagens como pagamento de empréstimos. O pai, inclusive, já havia acompanhado a filha uma das vezes no motel.

O ponta-pé inicial das investigações, conforme Mozer, foi a prisão do agiota Rildimar, que foi pego durante uma “confusão” num motel da cidade, dia 18 de setembro, onde ele acabou travando uma luta corporal com a vítima de 17 anos e se esfaquearam após uma massagem. Na época, o agiota era apontado como namorado da moça.

Diante dos fatos, a polícia pediu o indiciamento do pai por exploração sexual. O homem foi preso em via pública no bairro Nova Cidade e permanece no 30° DIP para procedimentos legais. A filha, agora, responde por ato infracional análogo por lesão corporal por ter esfaqueado o agiota.

Publicidade
Publicidade