Domingo, 08 de Dezembro de 2019
COARI

Pai mata homem errado ao tentar vingar suposto estupro de filha e acaba baleado

A Polícia Civil prendeu em flagrante Cristiano Ribeiro*, 42, pelo homicídio de Francildo Freire Brasil, 18, e Francisco Freire da Silva, 21, tio da vítima, por tentativa de homicídio de Cristiano* com a mesma arma utilizada no crime



arma.JPG Arma utilizada no crime. Foto: Divulgação/PC
24/04/2017 às 20:36

O suposto estupro de uma adolescente de 15 anos em uma comunidade rural do município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus) terminou com a morte de um jovem de 18 anos e uma tentativa de homicídio, no último domingo. Dois homens foram presos pelos crimes.

O delegado de Coari, Mauro Duarte, explicou que o pai da adolescente que teria sido violentada, Cristiano Ribeiro*, 42, descobriu o abuso contra a filha e foi atrás do suspeito, identificado apenas como Ricardo, para matá-lo.



Ao chegar na casa, na comunidade Santa Luzia do Enviará, no Lago Mamiá, na zona rural do município, Cristiano* encontrou apenas parentes do suspeitos, que não “entregaram” o paradeiro de Ricardo. “Ele se aproximou da janela e apontou uma espingarda no queixo de Thiago, irmão de Ricardo. Mas ele conseguiu de livrar da mira do Raimundo e foi nesse momento que houve um disparo e o tiro acabou acertando outro rapaz que estava na casa”, explicou o delegado. O tiro atingiu Francildo Freire Brasil, 18, que morreu 10 minutos após ser baleado. Cristiano* é tio vítima e cunhado de Francisco.

O tio da vítima, Francisco da Silva Freire, que também estava no local e presenciou o crime, conseguiu desarmar Cristiano* e atirou contra ele usando a mesma espingarda. O homem foi baleado no peito, tentou fugir, mas acabou caindo no chão, devido ao ferimento. Ele foi socorrido por pescadores que passavam no local. Ele está internado e não corre o risco de morte, segundo a polícia.

Ainda segundo o delegado, policiais militares foram acionados e conseguiram prender Francisco pela tentativa de homicídio contra Cristiano*, assim como Cristiano*, pelo assassinato do Francildo. “O Francisco da Silva confessou em interrogatório que atirou contra Cristiano* utilizando a espingarda que tomou dele logo após o sobrinho dele ter sido atingido. Mas o Raimundo ainda não foi ouvido porque ele segue internado e ainda não pode falar, mas os dois foram autuados em flagrante”, afirmou o delegado.

 Mauro Duarte afirmou ainda que o suspeito de ter cometido o estupro contra a adolescente de 15 anos não foi localizado, no entanto, o caso também está sendo investigado.

*Para preservar a vítima do suposto estupro, o nome do pai foi alterado.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.