Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019
'Tá Zoado'

Paradas de ônibus próximas a Prefeitura de Manaus estão esquecidas

Manaus Hoje volta ao tema paradas de ônibus, mostrando hoje a situação precária daquelas que ficam ali, bem pertinho da sede da Prefeitura



paradas_398CF3FE-A6CD-4327-9734-FFA96AE563CD.JPG Próximo à Prefeitura de Manaus, esse ponto de ônibus não possui cobertura e nem banco. Se chover a coisa fica complicada. Fotos: Antonio Lima
23/08/2019 às 09:55

A equipe de reportagem do jornal Manaus Hoje volta ao assunto das paradas de ônibus da cidade. Desta vez, fomos até o bairro Compensa, Zona Oeste, para checar as paradas de ônibus que ficam próximas a Prefeitura de Manaus. A constatação da reportagem é que o negócio tá zoado e não é pouco, não. Encontramos diversas “paradas de ônibus” sem cobertura, banco ou iluminação correta, que poderia auxiliar os usuários do transporte público a se proteger de possíveis assaltos ou arrastões, que são comuns no horário noturno.

Conversamos com a aposentada Elimir Farias de Melo, de 83 anos, em uma parada bem próxima da Prefeitura de Manaus, na Avenida Brasil, e ela relatou a precariedade do serviço oferecido.

“É um absurdo, estamos entregues ao tempo. Se chover, não existe nenhum tipo de cobertura. Mas não é só aqui não, muitas paradas não tem abrigo. Esses dias, lá mesmo na Ponta Negra onde gastaram milhares de reais naquela parada, eu tive que pedir para um carro da Polícia Militar me ajudar, porque estava chovendo muito e não tinha como eu ficar lá, tenho 83 anos”, relatou a senhora.

A parada não possui iluminação, deixando os passageiros inseguros por conta de assaltos

Na parada que encontramos a aposentada não existe abrigo, iluminação correta e muito menos um banco. Também conversamos com o trabalhador, Israel Lima, de 40 anos, que utiliza o transporte público tarde da noite e reclama da insegurança que sente pela falta de iluminação.

“Mais do outro lado da Avenida Brasil, tem uma parada que é bem pior que essa. Lá é muito escuro e sempre tem assalto, eu evito pegar ônibus naquela parada”, relatou.

Nossa equipe também visitou a parada de ônibus próximo ao Mini Shopping da Compensa. Segundo relato das pessoas que estavam no local, é raro ver tanta gente na parada. Apesar de ter cobertura e bancos, não possui iluminação.

Falamos com Ney Lima, que é morador há mais de 30 anos e utiliza diariamente o transporte público no bairro da Compensa. “Aqui tem muito assalto, a iluminação é precária demais como você pode ver. Na verdade, estou espantado de ver tanta gente hoje aqui na parada, porque geralmente o pessoal fica mais pra frente, perto da loja onde tem luz”, relatou.

Segundo relatos, é comum motos e bicicletas virem na contramão para praticar furtos

Ainda segundo Lima, a falta de iluminação facilita para a prática de assaltos na região. “Aqui é comum vir moto e bicicleta na contramão, eles aproveitam para nos assaltar”, disse o morador.

Um luxo para poucos

Nessa quarta-feira (21) foi inaugurada uma parada de ônibus no bairro da Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus, a monstruosidade de quase 100 metros, foi construída com aço planado, porcelanato, iluminação que liga e desliga em sincronia com o parque, bancos de qualidade e pedra portuguesa. Tudo isso por “apenas” R$ 207 mil.

Os passageiros que utilizam o transporte em outras zonas da cidade reclamaram do abandono em outras paradas de ônibus. Isso porque, o recurso gasto com a parada da Ponta Negra poderia construir outras paradas melhores pelos bairros da cidade.

A equipe do Jornal Manaus hoje quer saber sua opinião, aí no seu bairro como está a parada de ônibus? Existe cobertura? Um banco? Mande foto da parada do seu bairro para o nosso WhatsApp (92) 98455-0895 ou marque o @jornalmanaushoje no Instagram.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.